O tempo das pranchas
Só epóxi
Por Edinho Leite em 24/07/17
Edinho Leite explica os acabamentos de pranchas do EPS/Epóxi e sua durabilidade.
1900x1155
Pelo tempo de uso, dá para dizer que o deck não sofreu quase nada. Com bloco e resina nacionais, o resultado ficou muito bom. Só não pode misturar as coisas. Foto: Rafael Tognini.

 

"Há tempos, o PU, mais conhecido como espuma de poliuretano, perdeu o monopólio dentro das fábricas de pranchas. A era do SUP contribuiu para o reaprendizado da turma da laminação (glass) com resina epóxi, já que o EPS, ou 'isopor', não aceita a resina convencional, poliéster". Comecei assim um texto para o Waves, em junho de 2015.

 

Antes mesmo de escrever o texto, já havia encomendado uma prancha com bloco Lite Surf, EPS da Teccel, e resina epóxi. Na época, conversando com quem entende, chegamos à conclusão de que a maior parte dos problemas que surgem com pranchas laminadas com resina epóxi era justamente o fato de muita gente terminar a laminação com resina poliéster.

 

Sim, quando você vê uma prancha nova de EPS / Epóxi com acabamento lindo, acredite, provavelmente ela foi terminada com resina poliéster. Isso se deve ao fato de que, por ter propriedades mecânicas diferentes, a resina epóxi dá um trabalho dos infernos para polir. Especialmente quando a umidade do ar está alta, ela também demora muito mais a secar, caso a fábrica não tenha uma estufa apropriada. Daí, a opção de laminar o EPS com epóxi e depois acabar o trabalho, nos banhos finais, com poliéster, parece uma boa saída, indicada por especialistas, inclusive. Dizem que a resina de poliéster acaba vedando melhor e criando uma camada de proteção.

 

A experiência mostrou o contrário. A resina de poliéster ataca a de epóxi, além do fato de que as duas apresentam elasticidades diferentes, causando trincados (micro) e outros problemas como delaminação, nos casos mais graves. Portanto, a prancha encomendada há dois anos e quatro meses era só com epóxi. O pessoal da fábrica de laminação Olas ficou preocupado com o fato daquela Shine Surfboards ficar com um aspecto opaco, sem polimento algum. Mas saiu como encomendada. EPS, massa fina, depois glass de Epoxi, assim como no acabamento.

933x591
A prancha foi produzida só com resina epóxi, sem acabamento com resina poliéster, o que normalmente acontece, especialmente com longboards. Foto: Divulgação.

  

Fim das contas - O resultado é que a prancha 5'8" X 19" X 2 1/4 > 26,5 litros ficou com 2.5kg. Tinha ótima flexibilidade e performance. Como São Tomé, hoje posso dizer que, depois de muito usada, continua igualzinha e, mesmo com quilhas, parafina e deck, está pesando 2.7kg. Até alguns meses atrás, quase não amassou o deck na altura do peito. Agora cedeu um pouco, mas pode ter sido pela resistência da longarina, muito mais rígida do que o glass, flexível. O interessante é que quase não há marcas de pisada na rabeta. Ou seja, ficou bem resistente e com ótima durabilidade. Por experiência própria, já sabia que o aspecto opaco mudaria com o tempo, e a prancha ficou polida naturalmente. Claro, não é um espelho, mas quem disse que pranchas espelhadas andam mais?

 

Encomendei outra, só que desta vez sem longarina e sem massa, o que fará com que o bloco de EPS absorva um pouco mais de resina. Trocando a falta de longarina pela resina a mais, acredito que a prancha deva ficar mais flexível, mais resistente e com o mesmo peso. Daqui a dois anos, digo o que aconteceu com ela. Se bem que devo levá-la para a The Board Trader Show, em setembro, assim, quem for, pode pegar na mão.

Veja também
Oric

Oric

Castelo abre as portas

Alaias

Alaias

Remada na raça

Fu Wax

Fu Wax

Parafina invade J-Bay

Millennium Foam

Millennium Foam

Pranchões fortalecidos

Dicas básicas

Dicas básicas

Quiver nosso de cada dia

Thule Store

Thule Store

Garrett prestigia abertura

Millennium Foam

Millennium Foam

Shaper aprova os blocos

Tri ou quadri?

Tri ou quadri?

O enigma das quilhas

Biquilhas Fish

Biquilhas Fish

Modelos em alta

John Carper

John Carper

Shaper visita o Brasil

Stinger

Stinger

A volta da rainha

Hurley Printing Press

Hurley Printing Press

Novidade bomba na feira

Millennium Foam

Millennium Foam

Edgo representa no Rio

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Evento consolidado

Chemistry Surfboards

Chemistry Surfboards

Feira dá retorno

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Palavras do bicampeão