Tri ou quadri?
O enigma das quilhas
Por Edinho Leite em 11/11/17
Triquilha, quadri ou as duas coisas ao mesmo tempo? Edinho Leite discute os prós e contras da configuração de quilhas.
1600x1067
Mick Fanning não parece tão chegado às quadriquilhas, mas mantém nesse quiver a possibilidade para ondas maiores e/ou mais tubulares. Foto: Reprodução.

 

3024x4032
Boia mágica de John Florence: o modelo Ghost foi pensado para funcionar como tri ou quadri e já se provou funcional com as duas configurações. Foto: Reprodução.

É certo que a possibilidade de troca de quilhas e configurações que existe hoje em praticamente todas as pranchas é um upgrade e conforto. Mas tudo tem dois lados e há prós e contras.

 

Sim, ter uma prancha que funcione como triquilha ou quadriquilha pode ser uma forma de ampliar o uso da dita cuja, transformando a mesma em um instrumento mais versátil.

 

Shapers que realmente entendem de design conseguem criar outlines, configurações de fundo e posicionam os encaixes de quilhas de maneira que efetivamente funcionam para duas opções de colocação de quilhas, normalmente para três ou quatro quilhas.

 

O que tenho observado é que muitas pranchas são produzidas com cinco encaixes, atendendo uma demanda de mercado, no entanto, creio que há algo de exagero, ou melhor, uma tendência que nem sempre se prova funcional.

 

Tudo bem, testar possibilidades diferentes é sempre uma vantagem, mas tenho visto pranchas que (em teoria) não funcionam bem como quadri ou tri, seja pela configuração em si ou pelo posicionamento dos encaixes (plugs, ou como queira chamar).

 

650x341
Na temporada havaiana de 2013/14, Julian Wilson testou muitas quadris, mas elas nem tinham opção de quilha central. Já a triquilha deste time era triquilha e pronto. Foto: Reprodução.

 

Por mais bem colocados que sejam os plugs eles vão deixar a rabeta da prancha um pouco mais pesada, causando desequilíbrio. Numa análise ainda mais detalhista há o fato de que todas essas estruturas incrustadas na rabeta fazem com que ela se torne mais rígida e tenha uma vibração diferente.

 

Bom, pesando tudo pode ser que valha mesmo a pena produzirem pranchas, especialmente para lojas e pronta entrega, com cinco plugs, quando colocados de maneira adequada, dando mais opções para o cliente.

 

1200x800
Este modelo da Haydenshapes almeja um alcance maior de variedade e tamanho de ondas: as diferentes configurações de quilhas parecem fazer sentido. Foto: Reprodução.

 

Já no caso de encomendas vale pensar quantas vezes você realmente usou ou pretende usar essas possibilidades e se o modelo da prancha se adequa às configurações propostas. Afinal de contas esses acessórios entram no custo final.

Veja também
Millennium Foam

Millennium Foam

Pranchões fortalecidos

Dicas básicas

Dicas básicas

Quiver nosso de cada dia

Thule Store

Thule Store

Garrett prestigia abertura

Millennium Foam

Millennium Foam

Shaper aprova os blocos

Biquilhas Fish

Biquilhas Fish

Modelos em alta

John Carper

John Carper

Shaper visita o Brasil

Stinger

Stinger

A volta da rainha

Hurley Printing Press

Hurley Printing Press

Novidade bomba na feira

Millennium Foam

Millennium Foam

Edgo representa no Rio

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Evento consolidado

Chemistry Surfboards

Chemistry Surfboards

Feira dá retorno

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Palavras do bicampeão

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Rodrigo Silva premiado

Best in Show

Best in Show

Estrelas da feira

The Board Trader Show

The Board Trader Show

TGK Surf lança concurso