Reaglan Surfboards
Presença certa em Sampa
Por Redação Waves em 14/11/16
Reaglan Surfboards confirma participação na primeira edição da The Board Trader Show.
956x469
Reaglan Surfboards confirma participação na primeira edição da The Board Trader Show. Foto: Divulgação.

 

A Reaglan Surfboards surgiu da união dos sonhos de dois amigos de infância, Leandro Gimenes Ferreira e Thiago Ramos Santiago, que buscavam viver do surfe e para o esporte.

 

Clique aqui para comprar seu ingresso

Os dois amigos, que já surfavam juntos, decidiram iniciar um trabalho em 2004, quando resolveram desenvolver seus próprios shapes, unindo conhecimento, pesquisa e muita força de vontade. Ainda naquela época, bons shapes começaram a surgir ainda feitos todos a mão, fazendo com que eles desenvolvessem técnicas próprias e uma visão peculiar sobre a prancha. Para obter o resultado final que queriam, também aprenderam a laminar, processo importantíssimo e de fundamental importância para conhecer todo o processo de produção de uma boa prancha, desde o projeto, o shape, a laminação e o acabamento.

 

960x960
Reaglan tem seus modelos desenvolvidos pelos próprios shapers. Foto: Divulgação.

Com o ciclo completo, logo as pranchas começaram a ser comentadas e requisitadas por amigos do meio do surfe, o famoso boca a boca, o que aumentou os pedidos, finalmente viabilizando a criação da marca.


Nascimento da marca - Em 2006, Leandro, professor formado em Educação Física, e Thiago, estudante de Engenharia e profissional em Telecomunicações, largaram tudo o que faziam. Apostando que suas vidas tinham mais sentido perto das pranchas e do surfe, fundaram a Reaglan Surfboards, uma marca criada da união de dois apaixonados pelas pranchas e pelo surfe, e que desde então vem ganhando rápida aceitação de seus clientes e amigos.


Preocupados com a qualidade dos materiais e em entender todos os surfistas, os shapes são
minuciosamente analisados para que atendam todo o potencial de performance para cada perfil e nível de surfe. Em todas as pranchas são usadas as melhores matérias primas do mercado, garantindo excelência na qualidade e funcionabilidade no resultado final, além de toda dedicação e paixão de quem realmente faz de alma.

Em 2008, um grande reconhecimento do trabalho veio depois de um lote de 10 pranchas compradas pela principal loja de Puerto Escondido, no México (Central Surf), ficando ao lado das principais marcas do mundo em um dos picos mais exigentes em qualidade e durabilidade das pranchas.


Atualmente, os modelos são testados pelos próprios shapers e também por atletas e freesurfers em todas as condições de surfe. Com conceito próprio e caracteristicas únicas, a Reaglan é uma fábrica de pranchas genuinamente nacional que defende o mercado brasileiro.


Os shapers - Leandro Gimenes Ferreira, nascido em 1979, vive na cidade do Guarujá, em São Paulo. Surfista há mais de 18 anos, está sempre pesquisando e se aprofundando na arte de fazer pranchas. Sempre viajando e surfando em diversos picos de surfe do Brasil, Peru e México, Leandro é um profundo admirador da cultura e surfe arte e, com isso sempre procura valorizar suas criações combinando o lado artístico com a funcionabilidade.

611x407
Leandro Gimenes Ferreira, um dos shapers da Reaglan Surfboards. Foto: Divulgação.

 

Thiago Ramos Santiago, nascido em 1983, surfista desde os 6 anos de idade, é admirador do surfe de alta performance, e tem em seus trabalhos uma incansável busca pela precisão, forte característica dos seus projetos. Já surfou em diversos picos pelo Brasil, México e Peru.

720x480
Thiago Ramos Santiago, um dos shapers da Reaglan Surfboards. Foto: Divulgação.

 

Filosofia da marca - "Trabalhamos com o elo de ligação entre o surfista e a onda, a peça mais importante da engrenagem: a prancha. A marca busca atuar no lado mais soul de um estilo de vida em que prevalecem valores simples e verdadeiros. Na Reaglan, acreditamos no surfe livre, sem amarras, longe do modismo e perto da essência. Acreditamos na busca da onda perfeita, mas não dispensamos o meio metro de casa. Acreditamos na bagagem cultural de uma trip de surfe. Acreditamos nas roubadas do percurso, pois conhecemos a recompensa. Acreditamos na caída que renova, limpa e energiza. Acreditamos no surfe solitário que coloca as ideias em dia, mas também adoramos o crowd feito de amigos. Acreditamos na 5'11 do dia dia, mas também na 6'4 round pin, na Fish 5'8, no long 9'0, nas biquilhas, monoquilhas, e alaias - cada uma com sua mágica. Acreditamos na nova geração, mas sempre aprendemos e respeitamos as passadas. Acreditamos na maré seca com seus tubos pela manhã e nas cheias e suas linhas no fim de tarde, e, principalmente, acreditamos no surfista como um cidadão livre, mas consciente de suas ações e responsabilidades com o surfe, com a sociedade e com o meio ambiente. Por fim, acreditamos pertencer a uma tribo de privilegiados que estão pelos quatro cantos do mundo impulsionados pela mesma energia, as ondas".

Veja também
The Board Trader Show

The Board Trader Show

História replicada

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Bruno Alves exibe portfólio

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Millennium Foam traz novidades

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Foils na crescente

Novos foguetes

Novos foguetes

Chilli de volta ao Brasil

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Novo horário

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Promoção Pro

DHD Brasil

DHD Brasil

Dudu Motta no time

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Esculturas de Emerson Melo

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Aleko na área

The Board Trader Show

The Board Trader Show

O assunto é prancha

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Macarrão colore a feira

Arello Surfboards

Arello Surfboards

De volta ao shape

Filipe #77

Filipe #77

A prancha voadora

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Expans garante presença

Adriano Pigmeu

Adriano Pigmeu

Shaper mira a Europa