Trash-fish
Diversão no verão
Por Edinho Leite em 12/01/17
Mistura de Fish com Mini Simmons, modelo promete extrema velocidade e diversão para o verão.
2048x1228
Criador e criatura. Scavone analisando o full concave e os "sets" de quilhas com opções para "quads". Foto: Divulgação.

 

Eduardo Scavone está shapeando há 11 anos, mas passou por todas as fases da construção de pranchas. Hoje, lamina suas Werk Surfboards com a Gunter Glass. Sua prancha me chamou a atenção depois de vê-lo solto e se divertindo numas ondinhas amistosas. Fui conversar com ele, que explicou: "Essa é a Trash Fish (4’10”), uma mistura de Fish com a Mini Simmons. Sua principal característica é a extrema velocidade que está ligada a quatro fatores: Low Aspect Ratio, teoria fundamental de Lindsay Lord sobre os 'cascos flutuantes', que, traduzida, vem a ser a baixa proporção entre largura e altura somado a um outline paralelo. Junto a isso temos o rocker bem flat com 3 polegadas de entrada e apenas uma polegada de saída com o fundo totalmente côncavo, do bico até a rabeta, que mantém o meio da prancha mais flat em relação às bordas, quando a olhamos de perfil".

2048x1228
O conceito do Bob Simmons com toques de Steve Lis. Parecia divertida em ondas amigáveis. Foto: Divulgação.

 

Umas três ondas depois, pudemos continuar: "O que caracteriza a Fish é o swallow tail, rabeta mais versátil que as squares das simmons, e no caso, rasa, para não perder área e porque a prancha já é bem pequena com o bico mais pontudo do que nas originais. O “Trash” no nome remete ao fato de que o bloco foi reaproveitado de outra prancha encontrada no lixo".

 

Mas havia ainda outros detalhes interessantes: "Tem um soft wing pra ajudar nas curvas, 20 polegadas de meio e 2,25” de espessura com duas opções de quad fins, uma mais próxima e recuada que permite um surfe power de borda e curvas fechadas, e a outra mais à frente e aberta para uma linha mais descontraída, palavra que define bem a laminação rústica".

 

2048x1228
Rocker baixo, mas com rabeta menos espessa do que no projeto das Simmons originais. Trash-fish. Foto: Divulgação.

  

"O glass diferente? As manchas claras são o prime que eu usei pra tapar os buracos que ficaram ao desencapar a prancha. Adicionei um carbono na rabeta mais como proteção do que algo em função da flexibilidade. Bloco de poliuretano e resina poliéster. É a minha prancha favorita para o verão, passa com facilidade as sessões mais cheias da onda e ainda é rápida, ágil e agressiva nas marolas".

 

Para mais informações, entre em contato com o email edusrf@hotmail.com

2048x1228
Essas pranchas sempre nos lembram metade de um longboard e, no caso dessa, foi isso mesmo. Mas não tentem isso em casa. Nem sempre dá certo. Foto: Divulgação.
Veja também
The Board Trader Show

The Board Trader Show

Curadoria especializada

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Flutuar pousa na feira

Sonhos molhados

Sonhos molhados

Wet Dreams na área

Thule

Thule

Feira garante os racks

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Não morra na praia

Johnny Cabianca

Johnny Cabianca

Shaper desembarca no Brasil

Master of Shape

Master of Shape

Notícias do shape room

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Edgo na área

William Zimmermann

William Zimmermann

Inspiração salgada na TBTS

Powerlight

Powerlight

Novidades em série

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Mesquita mantém o brilho

Colete para tow-in

Colete para tow-in

À prova de bombas

MF Surfboards

MF Surfboards

Fanning na onda da soft

The Board Trader Show

The Board Trader Show

A arte de Ana Paula

Série limitada

Série limitada

Chilli prolonga estadia

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Cabeza traça as linhas