Rod McDonald
O mago da espuma
Por Edinho Leite em 19/11/16
X-Tra Foam, do Rod McDonald, chega ao Brasil através de Flavio "Carioca" Figueiredo e promete dar mais uma revolucionada no mercado de pranchas.
Foto tirada na Silver Surf Surfboards, em Santos (SP), durante visita de Rod McDonald ao Brasil. Da esquerda para direita: Flávio Carioca, Sylvio Tico, Rod McDonald e Adriano Teco conversam sobre os plugs desenvolvidos para a produção dos blocos no Brasil. Foto: Arquivo pessoal.
Foto tirada na Silver Surf Surfboards, em Santos (SP), durante visita de Rod McDonald ao Brasil. Da esquerda para direita: Flávio Carioca, Sylvio Tico, Rod McDonald e Adriano Teco conversam sobre os plugs desenvolvidos para a produção dos blocos no Brasil. Foto: Arquivo pessoal.

Há 23 anos o Carioca enxergou uma brecha no mercado de construção de pranchas e emplacou o coceito Keahana. Seu "Kit Keahana", produto desenvolvido e projetado especificamente para construção de pranchas de surf com alma de EPS (isopor), conseguiu ganhar boa parte do mercado, dentro e fora do Brasil. 

 

Clique aqui para comprar seu ingresso


Agora, em parceria com sul-africano Rod McDonald, um dos últimos ícones entre os fabricantes de blocos poliuretano na ativa, abre o que pode ser considerada a vigésima fábrica de blocos de poliuretano para pranchas no mundo. Claro, existem outras, mas estamos falando de nomes realmente estabelecidos, com produção relevante e de qualidade comprovada mundialmente. A primeira fábrica já está operando no interior de São Paulo. A segunda vai rolar no Rio de Janeiro.

 

Mágica = Trabalho, Tempo e Visão - Muito bom ver que mesmo numa época de crise aguda de nossa economia há gente que investe. Pode parecer simples, mas, acredite, não é. Um produto tão específico requer mais do que a fórmula mágica para chegar a densidades interessantes com estrutura celular uniforme por todo o bloco, o que garante a funcionalidade e durabilidade da prancha, além da facilidade em shapear e se manter branco como o mercado gosta.

 

O bloco X-Tra Foam apresenta uma configuração celular bem fechada e isso faz com que só a resina necessária seja absorvida pelo bloco durante a laminação, mantendo a ótima flexibilidade da bloco. Fábricas como Silver Surf e Pro-Ilha já usam o X-Tra Foam e já há uma leva de mais de mil de blocos vendidos para outros fabricantes desde o pré-lançamento.

Rod McDonald, o "Mago da Espuma", tem trabalhado nesse caminho há décadas e sabe a importância de controlar cada passo e o ambiente onde acontece a fabricação dos blocos de PU. A história vem de longe, como ele ressalta: "Harold Walker, dos EUA, compartilhou seu conhecimento com Graham King, da costa sul da Austrália. Graham desenvolveu a espuma aprendendo e aprimorando designs de moldes, produtos químicos, processos de produção para chegar a um bloco perfeito durante 45 anos.

 

Chegou a um produto considerado Premium e passou esse conhecimento a mim. Levei mais alguns anos para entender e aprender algumas técnicas de comércio para produzir com essa qualidade. Caras como Buford, Bennett também vieram lá do início da história e deram sua importante contribuição à essa arte". McDonald se considera a terceira geração dessa turma do PU no mundo.

 

Conectando os pontos - A partir da África do Sul ele levou a X-Tra Foam à Espanha, Portugal, Japão, China, entre outros países, onde vários shapers tem utilizado seus blocos. Rod chegou a montar uma fábrica e todo circuito de fornecedores necessário para produção de blocos no México, com vistas ao mercado dos EUA, mas acabou vendendo fábrica e a base da fórmula para o que é hoje a Artic Foam.

 

Depois de tantos anos trabalhando pelo mundo preferiu ficar na África do Sul. Só mesmo a conexão com o Brasil, através do Carioca, o fez enxergar a ótima possibilidade de expansão. "Não adianta investir todo dinheiro do mundo num mercado se você não encontrar a pessoa certa. Um cara que já tenha a confiança e conexão com o mercado e entenda o negócio", comentou Rod.

Mas porque, num momento em que vários shapers e fabricantes buscam criar pranchas de EPS, um produto de sucesso como a Keahana foi buscar outra vertente do mercado? Carioca explica: "Há sete ou oito anos atrás comecei a trabalhar com máquinas de shape e percebi que, até hoje, 90% das pranchas usinadas do mundo continuam sendo feitas de poliuretano". McDonald acrescenta: "O EPS funciona muito bem para pranchas específicas, mas no geral o Poliuretano continua mandando no mercado. Há também o fato da construção em EPS/Epoxi demandar mais tempo e trabalho, não funcionando tão bem comercialmente".

 

Master of Shape - As curvas desenvolvidas para nosso mercado foram produzidas por Tico e Teco, da Silver Surf Surfboards. Quem ainda não conhece o produto terá oportunidade de vê-lo durante a The Board Trader Show. A Vissla e a X-Tra Foam, que fornecerá os blocos, são os patrocinadores do Master of Shape que homenageará Daniel Friedmann. Interessante. Daniel comentou há pouco tempo que graças à Keahana, 23 anos atrás, ele se manteve na sala de fabricação de pranchas diante do que viu como uma revolução prática. Agora uma de suas pranchas será replicada por oito dos maiores nomes das plainas, em blocos X-Tra Foam. 

Veja também
The Board Trader Show

The Board Trader Show

Fotos do último dia

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Fotos do segundo dia

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Feira bomba em Sampa

Sumatra Beer

Sumatra Beer

Surfe e cerveja

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Trilha Sonora

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Master of Shape

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Expression Session

New Advance

New Advance

Chloé Calmon lança linha de pranchas

TGK

TGK

Destino Surfe

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Vale a consulta

Escola Real Magia de Surfe

Escola Real Magia de Surfe

Quiver à disposição

The Board Trader Show

The Board Trader Show

Duas é bom