NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Meio Ambiente
Animais em risco
Por Redação Waves em 09/07/17
Lixo no mar mata mais de mil tartarugas no litoral norte de São Paulo, segundo dados do Instituto Argonauta.
623x415
Lixo no mar mata mais de mil tartarugas no litoral norte de São Paulo, segundo dados do Instituto Argonauta. Foto: © WSL / Cestari.

 

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha divulgou recentemente dados assustadores sobre a poluição no litoral norte de São Paulo.

Segundo a ONG, só em 2016, cerca de 1000 tartarugas foram encontradas mortas por ingestão de lixo. De acordo com o Instituto, só no primeiro semestre de 2017, cerca de 300 mortes já foram registradas.

400x267
Faça sua parte e proteja nossa maior riqueza, a natureza. Foto: Bruno Prado.

Dejetos - Atualmente, o plástico, que demora de 300 a 400 anos para se decompor, é o material mais encontrado nos oceanos. Esses dejetos confundem as tartatugas e já são considerados um dos principais causadores de mortes. 


Hoje, estima-se que 8 milhões de toneladas de plástico sejam despejados no mar em todo o planeta e, além dele, outros materiais também podem ser encontrados nos oceanos, colocando em risco a vida marinha.

Veja abaixo o período de decomposição de alguns objetos e, em sua próxima ida à praia, seja consciente, recolha o lixo e faça sua parte:


Papel: De 3 a 6 meses para se decompor;
Tecido: De 6 meses a 1 ano para se decompor;
Filtro de cigarro: Mais de 5 anos para se decompor;
Madeira pintada: Cerca de 13 anos para se decompor;
Fio de pesca (Nylon): Mais de 20 anos para se decompor;
Lata de refrigerante (Alumínio): Mais de 200 anos para se decompor;
Garrafa de plástico: Mais de 400 anos para se decompor;
Vidro: Demora mais de 1000 anos  para se decompor totalmente;
Borracha: a sua decomposição é de tempo indeterminado.

Sobre o Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha - É uma organização não governamental sem fins lucrativos (ONG), fundada em julho de 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba e reconhecida em 2007 como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). Criado com o objetivo de incentivar, promover, desenvolver e apoiar a cultura, educação, pesquisa e conservação ambiental.

 

Por meio do patrocínio do Aquário de Ubatuba e há dois anos, da Petrobras, o Instituto Argonauta criou e mantem o CETAS, centro que atua no resgate, reabilitação e reinserção da fauna aquática de toda a região.

Veja também
Saneamento em Garopaba

Saneamento em Garopaba

Nova fase

Prancha Ecológica

Prancha Ecológica

Conscientização no Paraná

Guarda do Embaú

Guarda do Embaú

Visita ilustre

Projeto Prancha Ecológica

Projeto Prancha Ecológica

Conscientização pelo Brasil

Oceano à Vista

Oceano à Vista

Mobilização nacional

SOS Praia D'água

SOS Praia D'água

Proteção definitiva

Projeto Praia Limpa

Projeto Praia Limpa

Semana do Meio Ambiente

Semana do Meio Ambiente

Semana do Meio Ambiente

Conscientização em Imbituba

Instituto Gabriel Medina

Instituto Gabriel Medina

Criançada consciente

Oceano à Vista

Oceano à Vista

Mobilização do bem

São Francisco do Sul

São Francisco do Sul

Ameaça ao Sumidouro

Mick Fanning

Mick Fanning

Aracnídeo Top

Praia Limpa Torres

Praia Limpa Torres

Escolas recebem projeto

Resgate no Canadá

Resgate no Canadá

Mamífero em prantos

Keep The Ocean Blue

Keep The Ocean Blue

Ação de conscientização