NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Duas guitarras, uma prancha e muito talento
Por Fernando Iesca em 06/06/15
Conhecido por seu talento sobrenatural nas guitarras, Marcinho Eiras prepara playlist para os internautas do Waves.
1024x682
Além da técnica fora do comum com as guitarras, Marcinho Eiras tira onda na Costa Rica. Foto: Fabio Paradise.

Autodidata, nascido na cidade de São Paulo, Marcinho Eiras é considerado um dos maiores guitarristas brasileiros, conhecido pelo seu talento, virtuosismo e por desenvolver uma técnica não convencional, o "Two Handed Tapping", semelhante a um piano, podendo tocar com duas guitarras simultaneamente. 

Entre seus trabalhos, gravações e participações especiais, destacam-se: Dominguinhos, Tommy Emmanuel, Stanley Jordan, Claudio Zoli, Kiko Loureiro, Tomati, Cuca Teixeira, Mozart Mello, Jair Oliveira, Gabriel Pensador, Grupo Rádio Taxi, Simoninha, Max de Castro e muitos outros.

Não bastasse tudo isso, Marcinho também é fissurado pelo surf e pelas ondas, onde busca referências e elementos para tudo em sua vida e sua arte. Confira entrevista a seguir.

Você toca de uma maneira bem diferente do convencional, usando duas guitarras ao mesmo tempo. Como surgiu essa ideia e como você desenvolveu esta técnica?

Me interessei por jazz e música instrumental brasileira muito jovem, quando o americano Stanley Jordan apareceu com essa técnica inovadora. Eu já tinha facilidade em executar as peripécias do Van Halen, que também utiliza uma técnica parecida. Para diferenciar das demais técnicas semelhantes, a chamamos oficialmente de Touch Technique, que consiste em fazer ao mesmo tempo a harmonia e melodia sobre o braço da guitarra, como em um piano, me possibilitando tocar com duas guitarras ao mesmo tempo. 

Escute agora uma playlist prepara por Marcinho Eiras, especialmente para nossos leitores:

Quais são as raízes do teu som? Você busca inspiração na música brasileira?

As raízes do meu som estão sem dúvidas na música popular brasileira. Eu adoro harmonia e é em nossa música que estão as minhas maiores referências e inspirações. Apesar da guitarra ter aparecido em minha vida através do rock, quando descobri o jazz foi muito desafiador. Hoje, em qualquer estilo que toco, seja no soul, black, pop ou MPB, os improviso e a linguagem jazzistica está sempre presente.

Quem são seus Guitar Heros?

Eu gosto muito do George Benson. É um artista muito completo que conseguiu destaque no cenário pop, compondo, tocando e cantando, além de ser um dos ícones da guitarra jazz. Destaco também o Pat Metheny, e claro, meu primeiro e eterno ídolo Eddie Van Halen.

Você desenvolve instrumentos inspirados no surf?

Eu tenho duas linhas de guitarras assinadas pela marca Tagima que são coloridas com cartoons desenhados por mim. Já pintei mais de 40 guitarras que estão espalhadas por aí, inclusive duas delas estão expostas na loja Surf Trip de São Paulo. A nova série é bem conceitual e optei por um azul bem vivo, que remete muito ao surf. Sempre levo referências do surf em tudo que faço, principalmente no visual. O shaper Neco Carbone preparou uma prancha especial, com as mesmas cores da nova guitarra para o dia do lançamento.

Você cita o surf como tema em alguma música tua?

Apesar de não tocar surf music, me inspiro e relaciono todo meu vigor e disposição ao surf. É cansativo mas muito prazeroso ter no mesmo dia duas sensações tão únicas, que é pegar onda e subir no palco. É engraçado quando vou direto da praia para um show e pensar que meus amigos nem imaginam que poucas horas antes, enquanto eles estavam dormindo, posso ter pego um tubo incrível ou ter feito aquela manobra que valeu a queda. Fiz uma música quando voltei da Costa Rica que se chama Pura Vida, nunca gravei, mas sou apaixonado por ela.

1024x767
Guitarra pintada por Marcinho Eiras em homenagem aos Beatles. Foto: Divulgação.

Quais são tuas maiores influências no surf e na música?

Da minha geração, no surf, sem dúvidas o Ricardinho Toledo. Eu gostava muito de vê-lo surfar, com seu estilo incrível e surf inovador, que sempre surpreendia a cada onda. O seu filho Filipinho me causa a mesma sensação hoje em dia. Na música tenho infinitas influências e inspirações diversas e distintas, que como sempre digo, vão de Tom Jobim a James Brown, da Bossa Nova a Motown. Uma inspiração bem atual, é o Australiano Tommy Emmanuel. Nos conhecemos na Itália, onde tocamos juntos, e esse cara nos dá uma aula de como combinar virtuosismo, emoção e performance.

Hoje em dia você tem pegado onda? Você surfa ou toca mais?

Com muito sacrifício, procuro surfar o máximo que posso. Toco mais do que surfo, pois é da música que sai meu sustento, mas sempre que viajo pra tocar em lugares com praia levo minha prancha. As turnês me deram a oportunidade de conhecer e surfar em lugares que talvez não viajaria para tal, como Maranhão, Paraíba, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Recife, Ceará e no ano passado em Nova Iorque (EUA).

Outro dia você fez uma brincadeira em tua página do Facebook: "Dizem que é impossível ser feliz sozinho, mas às vezes sou". Você consegue fazer quase o papel de uma banda inteira sozinho e o surf também éum esporte solitário, não é mesmo?

Desde que comecei a tocar e até os dias de hoje, passo horas tocando, compondo, criando sozinho em casa. Graças às ferramentas e possibilidades da internet, hoje com um simples telefone posso compartilhar esses momentos com o mundo todo!  

Marcinho Eiras conta com patrocínio das Guitarras Tagima, Cabos Santo Angelo, Efeitos Roland/Boss, Amplificadores Behringer, Cordas SG, Acessórios Ibox, Bags AVS e Microfones LeSon.

Veja também
Banda Lo-Fi

Banda Lo-Fi

Novo disco na área

Vento Festival

Vento Festival

Evento tem nova casa

Green Coast UBT

Green Coast UBT

O respeito

SP_Urban Digital Festival

SP_Urban Digital Festival

Atrações em São Paulo

Midnight Oil

Midnight Oil

Waves descola ingressos

Ondas Sonoras

Ondas Sonoras

Novo single no ar

Ithaka

Ithaka

Instigando a queda

Pepper em SP

Pepper em SP

Waves agiliza o ingresso

Esdras Nogueira

Esdras Nogueira

Pé na estrada

Ondas Sonoras

Ondas Sonoras

Superação inspira música

Pepper

Pepper

Havaianos tocam em Sampa

Donavon em SP

Donavon em SP

Waves te leva na faixa

One Drop Fest

One Drop Fest

Donavon toca em Sampa

Bloco da Muda

Bloco da Muda

Carnaval com categoria

Music Connection

Music Connection

Uma viagem inesquecível

Boogie Naipe

Boogie Naipe

Mano Brown romantizado