NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Huanchaco Longboard Pro
Desafio em El Elio
Por João Carvalho em 26/07/17
Huanchaco Repalsa Longboard Pro decide títulos sul-americanos no Peru
2048x1365
Uma das principais atrações é o bicampeões mundial Piccolo Clemente. Foto: Susu Nasser / Surf Peru.

 

O Huanchaco Repalsa Longboard Pro apresentado pela Motorola no Peru, fecha a série de eventos da WSL South America em julho nesta semana.

 

Os melhores longboarders do mundo vão voltar a desafiar as ondas de El Elio, perfeitas para a modalidade praticada em pranchões, como nos primórdios do surfe. As principais atrações são os bicampeões mundiais Piccolo Clemente e Phil Rajzman e a líder do ranking 2017 da World Surf League, Chloé Calmon, que pela primeira vez vai competir no Peru. O peruano e os brasileiros são algumas estrelas do evento, que volta a decidir os títulos sul-americanos da WSL South America. As eliminatórias começam na quinta-feira e os campeões serão conhecidos no sábado em Huanchaco.

 

2048x1365
Bicampeão mundial Phil Rajzman também é destaque. Foto: Renato Moreno / Olas Norte.

 

O peruano Piccolo Clemente surgiu para o mundo competindo em casa no Huanchaco Repalsa Longboard Pro, realizado desde 2010 pelo Club Deportivo Olas Norte, que só não aconteceu no ano passado. O evento também classifica os representantes da América do Sul para disputar o título da World Surf League e foi assim que ele ganhou a chance para se tornar campeão mundial em 2013 e 2015. Neste ano, o título está sendo decidido em duas etapas e Piccolo Clemente ficou em quinto lugar na primeira, enquanto o atual campeão mundial, Phil Rajzman, divide a nona posição no ranking com outro brasileiro, Rodrigo Sphaier.

 

Os três sempre foram protagonistas nas longas esquerdas de El Elio. O retrospecto de Piccolo Clemente é o mais impressionante. Nas seis edições do Huanchaco Repalsa Longboard Pro, só não foi finalista em uma, na de 2013, ano que conquistou seu primeiro título mundial. O peruano perdeu a primeira final em casa para Rodrigo Sphaier em 2010. Em 2011, foi campeão contra Danilo Rodrigo, mas no ano seguinte Jeferson da Silva impediu o bicampeonato. Foi a última derrota, porque em 2014 e 2015, Piccolo colecionou mais dois títulos sul-americanos com vitórias nas últimas edições do Mundial de Huanchaco.

 

Na final de 2013, Rodrigo Sphaier se tornou o primeiro a ser bicampeão da WSL South America no Peru. Foi a primeira vez que Phil Rajzman decidiu o título do Huanchaco Repalsa Longboard Pro e em 2014 ficou perto de uma vitória inédita para a sua carreira de novo, contra Piccolo Clemente. Agora, Phil Rajzman chega no Peru com o status de ser o atual campeão mundial da World Surf League, repetindo o seu título de 2007 no ano passado na China.

640x631
A líder do ranking 2017 da World Surf League, Chloé Calmon, compete pela primeira vez no Peru. Foto: Luciano Cabal.

Feminina – Em 2014, a decisão entre os dois últimos campeões mundiais, Piccolo Clemente e Phil Rajzman, aconteceu logo após a primeira final feminina da história do Huanchaco Repalsa Longboard Pro. Foi a estreia das meninas competindo nas ondas de El Elio e a brasileira Atalanta Batista está invicta no Peru. Assim como o peruano, a pernambucana conquistou o bicampeonato sul-americano da WSL South America em 2014 e 2015 com as vitórias em Huanchaco.

 

A carioca Chloé Calmon é forte candidata para acabar com o reinado de Atalanta Batista e Maria Fernanda Reyes é a aposta peruana para brigar pelo título nessa semana. Chloé ficou entre as três primeiras colocadas nas 24 competições que participou desde 2014 e não perdeu nenhuma nesse ano. Ela largou na frente na corrida pelo título mundial com vitória em Papua Nova Guiné e foi bicampeã na etapa do Longboard Qualifying Series (LQS) de Gaia, em Portugal. Agora, pela primeira vez vai competir no Huanchaco Repalsa Longboard Pro.

 

“Consegui conciliar a agenda e optei em competir no Peru, em vez da Inglaterra (Newquay)”, disse Chloé Calmon, em entrevista ao site Waves.Terra. “Eu conheço bem a onda de Huanchaco e espero que o campeonato ofereça boas ondas para elevar o nível do evento. E, se der, vou dar uma esticada até Chicama, que fica pertinho, para surfar aquela longa esquerda mágica lá do Peru”.

 

 

Campeões da história do Huanchaco Longboard Pro:

 

2015: Atalanta Batista (BRA) e Piccolo Clemente (PER) derrotando Augusto Olinto (BRA)

2014: Atalanta Batista (BRA) e Piccolo Clemente (PER) derrotando Phil Rajzman (BRA)

2013: Rodrigo Sphaier (BRA) derrotou Phil Rajzman (BRA) na final

2012: Jeferson da Silva (BRA) derrotou Piccolo Clemente (PER)

2011: Piccolo Clemente (PER) derrotou Danilo Rodrigo (BRA)

2010: Rodrigo Sphaier (BRA) derrotou Piccolo Clemente (PER)

 

Campeões Sul-americanos:

 

2015 - Piccolo Clemente (PER) e Atalanta Batista (BRA-PE)

2014 - Piccolo Clemente (PER) e Atalanta Batista (BRA-PE)

2013 - Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

2012 - Jeferson da Silva (BRA-RJ)

2011 - Piccolo Clemente (PER)

2010 - Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

2009 - André Luiz Deca (BRA-RJ)

Veja também
Surf Relik

Surf Relik

Chloé sobe ao pódio

Surf Relik

Surf Relik

Pranchões duelam nos EUA

Brasileiro de Longboard

Brasileiro de Longboard

Bahia fatura o caneco

ISA World Longboard

ISA World Longboard

Pranchões vão à China

Paranaense de Longboard

Paranaense de Longboard

Matinhos abre a temporada

Mundial de Longboard

Mundial de Longboard

Taiwan decide temporada

Huanchaco Longboard Pro

Huanchaco Longboard Pro

Dobradinha verde-amarela

Huanchaco Longboard Pro

Huanchaco Longboard Pro

Pranchões a postos

Chloé Calmon

Chloé Calmon

Objetivos traçados

Longbrothers

Longbrothers

Reunião no Paraná

Huanchaco Longboard Pro

Huanchaco Longboard Pro

Peru volta ao calendário

Longbrothers

Longbrothers

Reunião na Ilha do Mel

Longboard Pro Gaia

Longboard Pro Gaia

Fotos das finais

Longboard Pro Gaia

Longboard Pro Gaia

Chloé vence; Sphaier é terceiro

Longboard Pro Gaia

Longboard Pro Gaia

Brazucas nas quartas