NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Sophia Medina
Caçula segue os passos
Por Fábio Maradei em 03/10/17
Sophia Medina segue os passos do irmão e assina contrato de patrocínio com a Rip Curl.
1275x850
Sophia Medina assina contrato de dois anos com a Rip Curl. Foto: Aleko Stergiou.

 

A história se repete. Como ocorreu há oito anos com Gabriel Medina, que depois viria a se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, a irmã caçula Sophia Medina assinou o seu primeiro contrato formal com a Rip Curl.

 

276x415
Caçula da família receberá toda a infraestrutura para seguir futura carreira como profissional. Foto: Fábio Maradei.

O vínculo é de dois anos e a atleta de 12 anos e foi firmado na sede do Instituto Gabriel Medina, onde a promessa da categoria feminina faz a sua preparação diariamente, e o local não poderia ser mais inspirador: ao lado do troféu de campeão mundial conquistado por Gabriel.

 

Sophia já tinha o apoio da marca, de origem australiana e que também conta com grandes nomes em sua equipe feminina, como a atual campeã mundial Tyler Wright, além de Nikki Van Dijk, Pauline Addo e Bethany Hamilton, mas agora fica formalizada, inclusive, a ajuda financeira.

 

Ela receberá toda a infraestrutura para seguir com sua preparação para uma carreira futura como profissional.

 

Para a surfista, mais do que o patrocínio, o contrato representa motivação para a sua trajetória. “Estou bem feliz. É um incentivo a mais para o meu surfe. É muito legal estar na mesma marca que o meu irmão”, fala Sophia, que espera seguir os passos de Gabriel, chegando à elite mundial e, claro, ser campeã do CT. “Sempre sonhei ser igual ao Gabriel e estou conseguindo”, destaca a competidora, citando a importante presença da família.

 

“Consegui evoluir bastante no Instituto e tem meu pai (Charles Saldanha, também técnico de Gabriel), minha mãe (Simone) e claro, o meu irmão. O apoio dele vale muito, é sempre um grande estímulo”, acrescenta Sophia.

 

Recentemente, ela conquistou o título sub-12 no Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino, em Ubatuba, mostrando grande evolução. Antes, durante a Califórnia, onde acompanhou o irmão na etapa de Trestles, recebeu elogios significativos da tricampeã mundial Carissa Moore, de Coco Ho e de Julian Wilson. “Foi muito legal isso. Sou fã das duas e a Carissa até me deu a lycra dela depois da vitória na piscina de ondas. Falaram para o meu irmão que estou surfando bem", relembra.

 

Para o gerente de marketing da Rip Curl no Brasil, Fernando Gonzalez, a assinatura representa o fortalecimento do vínculo com a família Medina, iniciada em 2009 com o patrocínio a Gabriel Medina. “A Rip Curl fica super feliz de ter a oportunidade de fechar com a Sophia Medina, o primeiro contrato dela no surfe e continuar estreitando a parceria com os Medinas. Já temos muitos projetos em conjunto, seja no Instituto, na loja Rip Curl Gabriel Medina, agora com a Sophia e com o próprio Gabriel desde 2009”, argumenta.

 

1200x800
Ao lado do pai Charles e da mãe Simone: com títulos e pódios, Sophia tem demonstrado que pode seguir os passos do irmão. Foto: Aleko Stergiou.

 

“A Sophia demonstrou nesses últimos 12 meses que realmente quer seguir os passos do irmão. Logicamente vai ter de passar por todas as fases de amador até chegar no profissional, mas tem todas as condições técnicas, pelo Instituto e pelo Charles, que é uma referência. Sabemos como ele foi importante para o desenvolvimento do Gabriel. E também por sua vontade de chegar lá. A gente vê como ela está empolgada e garantindo resultados”, diz.

 

Fernando citou que Sophia será uma importante representante da marca e a ideia é ter uma parceria duradoura, como já acontece com o irmão. “A gente ainda não tem uma surfista feminina brasileira no CT e acredita que ela vai chegar nesse patamar. Esse é só o começo de uma longa empreitada e, quem sabe, ela será a primeira brasileira campeã mundial de surfe, também com a Rip Curl”, ressalta.

 

Vale lembrar que Gabriel Medina assinou o contrato de patrocínio com a Rip Curl em julho de 2009. Ingressou no CT no meio de 2011, com apenas 17 anos, o mais jovem até hoje e surpreendeu já vencendo duas etapas, na França e nos Estados Unidos. Em paralelo, foi campeão mundial Pro Junior, também pela World Surf League (WSL), em 2013, comemorando o título no Brasil, na Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC).

 

No ano seguinte, veio o sonhado título mundial, o primeiro de um brasileiro. A data foi 19 de dezembro de 2014 e de forma mais do que convincente, com três vitórias em etapas. Já neste ano, inaugurou o Instituto Gabriel Medina, em Maresias, um exemplar projeto, também com patrocínio da Rip Curl, para a formação de novos valores do surf, oferecendo uma estrutura similar a que ele tem na atualidade.

Veja também
Caroline Marks

Caroline Marks

A caminho da elite

Brasil Surf Girls

Brasil Surf Girls

Estrutura top em Ubatuba (SP)

Luara Mandelli

Luara Mandelli

Talento desponta no Sul

Clínica de surfe

Clínica de surfe

Suelen promove encontro

Brasileiro Feminino

Brasileiro Feminino

Longarina marca pesença

Women's Waimea Bay

Women's Waimea Bay

Brasileiras convocadas no Havaí

Síndrome de Stevens-Johnson

Síndrome de Stevens-Johnson

Baiana luta contra doença rara

Marina Werneck

Marina Werneck

Surfista nomeada embaixadora

BBQ - Only Girls

BBQ - Only Girls

Parceria na Costa Rica

Carol Fernandes

Carol Fernandes

Bicampeã em Portugal

Raquel Heckert

Raquel Heckert

De volta ao Havaí

Brasil Surf Girls

Brasil Surf Girls

Presença no CT

BBQ - Only Girls

BBQ - Only Girls

Amizade e sintonia

Manu Pacheco

Manu Pacheco

Impressões havaianas

Rio Surf 'n' Stay

Rio Surf 'n' Stay

Pé na estrada