NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
QS Feminino
Mulheres valorizadas no Rio
Por João Carvalho em 20/10/17
Coletiva de imprensa reúne personagens da volta do QS Feminino ao Rio de Janeiro depois de oito anos.
2048x1365
Coletiva de imprensa do Neutrox Weekend reúne surfistas Nicole Pacelli, Silvana Lima e Chloé Calmon, além de José Vicente Marino, presidente da Flora, e do diretor geral da WSL South America, Xandi Fontes. Foto: Pedro Monteiro / Neutrox.

 

Está confirmado o início do Neutrox Weekend nesta sexta-feira, às 8 horas no Posto 3 da Barra da Tijuca, com a etapa do Circuito Mundial válida pelo WSL Qualifying Series abrindo o festival de surfe feminino promovido pela Neutrox no Rio de Janeiro (RJ).

 

A previsão é realizar três fases do QS 1500 desde o início do dia, já definindo as quartas de final do evento que também marca pontos no ranking sul-americano da WSL South America.

 

Silvana Lima é a grande atração do Neutrox Weekend, que também terá disputa de títulos em outras quatro categorias, Sub-16 para a nova geração, Stand Up Paddle e vai decidir as campeãs brasileiras do Pro Junior Sub-20 e do Longboard, com participação da número 1 do ranking mundial, Chloé Calmon.

As grandes favoritas das três modalidades, estavam na coletiva de imprensa realizada na quinta-feira no Royalty Barra Hotel. No surfe, a estrela é a top do CT, Silvana Lima, que é a atual campeã mundial do WSL Qualifying Series e lidera o ranking deste ano. Ela conquistou uma vitória inédita do Brasil na etapa norte-americana do CT em Trestles e acabou de chegar da “perna europeia”, com bons resultados em Portugal e na França.

 

No Longboard, a carioca Chloé Calmon lidera o ranking mundial e já atingiu uma incrível marca de 26 pódios nos 26 campeonatos que disputou desde 2014. E no SUP Wave, a paulista Nicole Pacelli é a atual campeã mundial e surfista de ondas gigantes também. Em comum, as três são patrocinadas pela Neutrox e favoritas para vencer suas respectivas categorias.

Silvana Lima é a cabeça de chave número 1 do Neutrox Weekend e está escalada para estrear na primeira bateria da segunda fase, que será a terceira a entrar no mar na manhã da sexta-feira na Barra da Tijuca. Ela, a também brasileira Marina Rezende e a peruana Sol Aguirre, que no último domingo conquistou o título sul-americano Pro Junior da WSL South America na Guarda do Embaú (SC), vão enfrentar a vencedora do primeiro confronto do dia, entre três jovens brasileiras, Ruana Vidda Silva, Monika Takaki e Luana dos Santos.

Na outra bateria da primeira fase, a disputa por duas vagas envolverá mais quatro brasileiras, Luara Thompson, Julia Duarte, Alana Pacelli e Isabela Saldanha. A programação para o primeiro dia do Neutrox Weekend, é realizar três fases da etapa do QS 1500, desde as 8:00 até as 13:50 horas. Depois, também dar a largada na categoria Pro Junior Sub-20 e no Longboard, realizando as quatro baterias das primeiras fases das duas modalidades na sexta-feira, que, pelas previsões, será o melhor dia de ondas da semana na Barra da Tijuca.

2048x1365
Clima de descontração marca a volta do QS Feminino ao Rio de Janeiro. Foto: Pedro Monteiro / Neutrox.

 

A coletiva de imprensa começou com o presidente da Flora, José Vicente Marino, contanto um pouco de como surgiu a marca Neutrox e sobre o investimento no esporte. “A Neutrox é uma marca carioca, uma marca da praia. Ela nasceu em 1973 e era vendida com carrinho, como sorvete. Foi assim que começou a marca Neutrox e, ao longo do tempo, revolucionou o cuidado do cabelo da mulher com o primeiro condicionador. E nós, na Flora, enxergamos a oportunidade de fazer a marca voltar a ter o protagonismo que já teve no passado. Então, a gente trabalhou o posicionamento da marca e encontramos essas três meninas lindas, com esses cabelos maravilhosos, mesmo com toda a exposição ao Sol e ao mar, mostrando que o Neutrox funciona mesmo. Além de ter elas como embaixadoras, pensamos em fazer um grande festival de surfe feminino e só poderia ser no Rio de Janeiro, até porque a marca nasceu aqui”. 

 

O presidente da Flora, também falou sobre a iniciativa de realizar um evento especialmente direcionado para as mulheres, com várias atrações extra-competição programadas para o público que for assistir o Neutrox Weekend.

 

“Eu soube aqui pela Chloé (Calmon), que há 6 anos ela não compete no Brasil, por não ter eventos de Longboard. Soube também que etapa do QS Feminina não acontece aqui no Rio desde 2009, então estamos satisfeitos em poder fazer esse evento para elas. Além disso, teremos várias atrações para o público ali no Posto 3, como Yoga, Slackline, campeonato de altinha, clínica de surfe e o quiosque Neutrox, para tratar os cabelos das mulheres na praia também ali na Praça do Ó, que fica bem na frente”.

A cearense Silvana Lima foi a próxima a falar, principalmente sobre o fantástico título na etapa do CT de Trestles, numa inédita vitória dupla do Brasil, com Filipe Toledo ganhando no masculino. “Estou muito feliz, pois há sete anos não conseguia nem fazer um pódio no CT. Minha última vitória tinha sido no Peru em 2010, então meu foco esse ano era fazer uma final. Ai veio Trestles, aquelas ondas perfeitas lá que parecem uma pista de skate e eu fui confiante para lá, depois de conseguir um terceiro lugar em Pantin (ESP), que me colocou na liderança do QS. Eu já estou classificada para o ano que vem e meu grande sonho continua sendo ser campeã mundial, nunca desisti disso. Estou feliz por essa parceria com a Neutrox e já estou ansiosa por esse evento, pois vai ser a primeira vez que nós três vamos participar juntas. Eu até falei pra elas que se o mar ficar muito pequeno, eu vou competir no Longboard e no SUP também (risos)”.

A atual número 1 do ranking mundial de Longboard da World Surf League, Chloé Calmon, falou depois de Silvana Lima, da chance proporcionada pela Neutrox de voltar a competir em casa.

 

“Estou muito feliz em poder participar do Neutrox Weekend, pois há muito tempo não tem uma competição aqui no Rio. Eu já estou há 9 anos no Circuito Mundial e nos últimos 6 anos, todas as competições que eu participei foram fora do Brasil, então acho que será muito especial competir em casa, com a presença da minha família e meus amigos. Acho que o surfe feminino no geral está muito feliz por uma grande marca, como a Neutrox, estar investindo na nossa categoria. São várias competições juntas pela primeira vez, surfe de pranchinha, Longboard, Stand Up (SUP), então vai ser show de surfe. Depois desse evento, eu vou para Taiwan disputar a final do Mundial lá e meu grande sonho é ser campeã mundial. Acho que poder competir em casa vai ser uma energia muito boa para levar comigo para lá”.

2048x1365
Xandi Fontes quer valorizar a categoria Feminina no Brasil. Foto: Pedro Monteiro / Neutrox.

 

A campeã mundial de Stand Up Paddle (SUP), Nicole Pacelli, também patrocinada pela Neutrox, é também uma especialista em encarar ondas gigantes pelo mundo. Ela falou um pouco sobre isso na coletiva de imprensa. “Eu fui a primeira campeã mundial de Stand Up, também fui campeã mundial da ISA, esse ano foi a primeira vez que eu participei do Big Wave Awards, que é tipo um Oscar das ondas grandes e fiquei em quarto lugar. Esse é um caminho que quero seguir e cheguei ontem (quarta-feira) de Nazaré (Portugal), especialmente para competir aqui no Neutrox Weekend, que eu acho que será um evento incrível. É a primeira vez no Brasil que todas as modalidades estão juntas, ainda mais só feminina, sem o masculino. Eu só tenho a agradecer a Neutrox pela oportunidade de estar aqui, junto com a Silvana e a Chloé e tomara que tenha ondas para a Silvana não correr o Stand Up (risos)”.

Para finalizar, o diretor geral da WSL South America, Xandi Fontes, também falou sobre a nova diretriz da World Surf League, que é valorizar a categoria feminina com mais eventos nos próximos anos. “Esse é um momento muito especial para nós da WSL, ter um novo evento do QS feminino, que é uma categoria que nós vamos trabalhar muito forte nos próximos anos. É inadmissível termos hoje dois campeões mundiais no masculino, nove atletas na elite do CT e termos apenas uma representante no feminino. Nós precisamos fazer mais eventos femininos para revelar novos talentos, então quero agradecer a Neutrox e tenho certeza que a entrada dessa marca vai transformar o surfe feminino no Brasil. Nossa meta é ter um circuito forte com etapas do QS pra alavancar a carreira das meninas com provas do QS 1000, QS 1500, para poderem somar pontos no ranking para participar das etapas mais importantes e chegar no CT. Acredito que um caminho é fazer eventos combinados com o Circuito Brasileiro e temos conversado bastante com a ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional), para que possamos, juntos, fortalecer a categoria feminina e também o Pro Junior nos próximos anos”.

O Neutrox Weekend será transmitido ao vivo pelo site da WSL.

Veja também
QS Feminino

QS Feminino

Marks e Hareb na elite

WSL South America

WSL South America

Anali é tri

Roxy

Roxy

Yoga em alta na Barra (RJ)

QS Feminino

QS Feminino

Galeria da Barra

QS Feminino

QS Feminino

Camila Cassia leva a melhor na Barra (RJ)

QS Feminino

QS Feminino

Favoritas avançam na Barra

QS Feminino

QS Feminino

Vento paralisa estreia

Instituto Gabriel Medina

Instituto Gabriel Medina

Meninas buscam evolução

QS Feminino

QS Feminino

Nações reunidas na Barra (RJ)

QS Feminino

QS Feminino

Inscrições prorrogadas

QS Feminino

QS Feminino

Circuito volta ao Rio

Barra da Tijuca

Barra da Tijuca

Mulheres em peso

Pichilemu Women's Pro

Pichilemu Women's Pro

Leilani triunfa no Chile

Pichilemu Women's Pro

Pichilemu Women's Pro

Meninas encaram as bombas

Pichilemu Women's Pro

Pichilemu Women's Pro

QS inicia no Chile