Circuito Brasileiro
Camarão na liderança
Por Fábio Maradei em 09/10/17
Thiago Camarão assume a liderança do ranking brasileiro ao vencer a final do Maresia Paulista de Surf Profissional.
1280x853
Thiago Camarão assume a liderança do ranking brasileiro ao vencer na final do Maresia Paulista de Surf Profissional. Foto: Munir El Hage.

 

A vitória de Thiago Camarão na etapa final do Maresia Paulista de Surf Profissional, no último domingo (8), não foi suficiente para comemorar o bicampeonato estadual, mas lhe assegurou a liderança no ranking brasileiro. O atleta de São Sebastião somou mais 3 mil pontos e pulou da sexta posição para a ponta, passando o então líder, Tales Araújo, de Ubatuba.

Na verdade, ele recuperou a liderança, que havia alcançado com a vitória na etapa inicial do Maresia Paulista, em Ubatuba. No total, soma 6 mil pontos, com 100% de aproveitamento – duas vitórias em dois eventos que participou. Os surfistas de São Paulo dominam o topo da tabela, nas quatro primeiras posições, com Wesley Leite e Weslley Dantas, também ubatubenses, em terceiro e quarto lugares, mostrando a força do Circuito.

Se for considerar os top 16 da Abrasp (Associação Brasileira de Surf Profissional), 11 são paulistas, sendo que todos participaram dos eventos da Maresia. A terceira e última etapa foi realizada na Praia de Maresias, em São Sebastião, com um show de surf e altíssimo nível técnico. A começar pelo próprio Thiago Camarão na finalíssima, somando incríveis 19 pontos, de 20 possíveis, com direito a uma nota dez unânime.

“Todo mundo quer ganhar um título e estou feliz com meu resultado em casa, onde me sinto muito bem. Não deu para ganhar o Paulista novamente, mas é uma motivação a mais ter duas vitórias. Agora com novo patrocínio, passei a me dedicar mais ao Circuito Nacional e espero conseguir me manter no topo até o final”, disse o surfista, também lembrando que o campeão brasileiro é convidado para a etapa do WCT do ano seguinte no Rio de Janeiro.

O novo líder do Brasileiro, inclusive, tem como foco a vaga para a elite mundial em 2018. Ele já venceu um QS na Argentina e figura na 42ª posição, mantendo as chances de classificação entre os tops do Mundo. “Vamos com tudo. Estou entre os 50 primeiros do ranking. Preciso de dois resultados expressivos agora. Vai ter etapa aqui em casa, um QS 3000, e se eu conseguir ir muito bem, fazendo final ou semi, alivia a carga para as duas etapas do Havaí, que são eventos 10.000”, explicou.

1280x853
Atleta tem 100% de aproveitamento em etapas do Estadual. Foto: Munir El Hage.

 
Na etapa de Maresias, Camarão foi o protagonista de um show de surf na final, que também teve Deivid Silva, outro atleta que figura bem no QS, em 34º lugar, Victor Bernardo, também na corrida do Mundial (mas prejudicado esse ano por uma lesão), ambos de Guarujá, e Weslley Dantas, garantindo o título paulista. Em dez minutos de disputas os quatro atletas já haviam passado dos 17 pontos, com apresentações de altíssimo nível e o resultado final ficou os 19 pontos para Thiago, 18,60 para Deivid, 17,60 para Victor e 17,05 para Weslley.

Vale lembrar que este foi o 34º título paulista disputado, confirmando o Circuito como o mais tradicional do País, com os últimos 11 anos com o patrocínio da Maresia. Em cada etapa, os atletas disputaram R$ 30 mil em premiação, sendo R$ 8 mil ao vencedor. O campeão paulista também levou uma moto 0k, oferecida pela pela Surf Trip, Kyw e Super Tubes e mais R$ 1 mil extras, da Overboard. No total, foram mais de R$ 100 mil distribuídos aos atletas. Outro grande atrativo foram os 3 mil pontos na Abrasp em cada, somando 9 mil pontos nas três etapas.

HISTÓRIA – Iniciado em 1987, o Circuito Brasileiro de Surf Profissional terá o seu 30º campeão e os paulistas, assim como o ranking atual, dominam os títulos. São oito no total, com Paulo Matos, de Guarujá, levando a primeira edição e David do Carmo, de Praia Grande, sendo o último a comemorar, em 2013. Outros três atletas foram bicampeões – Tinguinha Lima, em 1990 e 93, Ricardo Toledo, em 1991 e 95, e Renato Galvão, em 2004 e 2007.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2017 teve os patrocínios da rede de lojas Overboard, Surf Trip, Kyw e Super Tubes. Apoios de K Energy Drink, prefeituras de Ubatuba e São Sebastião, Associação Ubatuba de Surf e Associação de Surf de São Sebastião, Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, com divulgação de Waves. Realização: Federação Paulista de Surf.
 
RANKING BRASILEIRO APÓS A FINAL DO MARESIA PAULISTA:

1 Thiago Camarão (SP) – 6.000
2 Tales Araújo (SP) – 5.698
3 Wesley Leite (SP) - 5130
4 Weslley Dantas (SP) - 5010
5 Caetano Vargas (SC) – 4.675
6 Luciano Brulher (SP) – 4.230
7 Dunga Neto (CE) – 4.006
8 José Francisco (PB) – 3.982
9 Renato Galvão (SP) – 3.870
10 Thiago Guimarães (SP) – 3.706
11 Renan Pulga (SP) – 3.630
12 Victor Valentim (PR) – 3.546
13 Bruno Galini (BA) – 3.545
14 Igor Moraes (SP) – 3.120
15 Edher Reis (SP) – 2.880
16 Flávio Nakagima (SP) – 2.700

Fonte Abrasp

Veja também
Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Weslley brilha em Maresias

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Domingo promete emoção

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Em busca do topo

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

A vez dos Dantas

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Dunga investe no Brasileiro

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Wesley mira dobradinha

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Ubatubenses na frente

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Prova valiosa

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Decisão em Maresias

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Festa local

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Direto de Ubatuba

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Início acirrado

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Inspiração familiar

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Foco na missão

Maresia Paulista Pro

Maresia Paulista Pro

Crowd profissional