NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
ISA World Adaptive
Brazucas atacam La Jolla
Por Redação Waves em 01/12/17
Brasileiros fazem bonito na abertura do Mundial de Surfe Adaptado em La Jolla, Califórnia (EUA).
1024x683
Em sua estreia no Mundial, Roberto Pino anota o maior somatório do dia. Foto: ISA / Sean Evans.

 

Os melhores surfistas adaptados do mundo foram presenteados com ótimas ondas e excelentes condições na abertura do ISA World Adaptive Surfing Championship, na última quinta-feira (30), em La Jolla, Califórnia (EUA).

 

Clique aqui para ver as fotos

 

O brasileiro Roberto Pino, que faz sua estreia no evento, foi o melhor na categoria AS 1. Pino anotou 17.16 no maior somatório do dia para garantir boas pontuações para o segundo round.

 

O formato do Mundial Adaptado é diferente da maioria das competições de surfe. Nesta primeira fase, nenhum surfista é eliminado. Todos os surfistas surfam duas baterias e as duas melhores ondas do total serão somadas para ver quem segue para o terceiro round.

 

Quem também fez boas pontuações em La Jolla foram os brasileiros e atuais campeões mundiais Fellipe Kizu (AS-3) e Davi Teixeira (AS-5). Ambos tiveram ótimas atuações e ficaram em primeiro em suas baterias.

 

1024x683
Fellipe Kizu defende o ouro na categoria AS-3. Foto: ISA / Sean Evans .

 

O Brasil defende o ouro por equipes no Mundial de Surf Adaptado da ISA (International Surfing Association) em La Jolla, localizada na região de San Diego.

Jonathan Borba, Alcino "Pirata" Neto, Carlos José Kuhl e Figue Diel também anotaram bons scores em suas respectivas categorias. Ainda faltam estrear as meninas da delegação Fernanda Tolomei e Monique Aparecida.

 

Com o recente reconhecimento do Comitê Paralímpico Interbncional, a ISA está confiante de que a modalidade será incluída nos Jogos Paralímpicos de Paris, em 2024.

 

Duane Kale, vice-presidente do Comitê, esteve em La Jolla e vibrou com a sua primeira experiência no Mundial de Surf Adaptado. "A ISA me deu a oportunidade de vir prestigiar esse evento magnífico. É uma ótima chance de ver a competição, sobre o que se trata, os aspectos operacionais e conhecer as pessoas por trás desse esporte", diz Kale.

 

 

"Minha primeira impressão do evento foi a proximidade e o espírito coletivo que há entre os atletas. Não há nada melhor para o crescimento de um esporte do que a paixão pela modalidade. Eles estão alcançando coisas desafiadoras e mostrando o que esta modalidade pode fazer", completa Kale.

Uma nova chamada acontece nesta sexta-feira (1), às 13 horas (de Brasília). O evento é transmitido ao vivo pelo site da ISA.

Veja também
ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Fotos das finais

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Brasil no topo

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Direto da Califórnia

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Fotos do terceiro dia

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Brasil faz seis finais

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Fotos do segundo dia

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Ouro ao alcance

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Fotos do primeiro dia

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Brasil busca o ouro

ISA World Adaptive

ISA World Adaptive

Encontro marcado nos EUA

Vissla ISA World Junior

Vissla ISA World Junior

Highlights das finais

Vissla ISA World Junior

Vissla ISA World Junior

Comando norte-americano

Vissla ISA World Junior

Vissla ISA World Junior

Lucas em quarto

Vissla ISA World Junior

Vissla ISA World Junior

Confira direto do Japão

Vissla ISA World Junior

Vissla ISA World Junior

Festa japonesa