Yago Dora
Fiji na mira
Por Ader Oliveira em 18/05/17
Show de Yago Dora em Saquarema pode render convite ao atleta em Fiji.
2048x1365
Yago Dora pode ser convidado pela WSL para etapa em Fiji. Foto: © WSL / Smorigo.

 

A belíssima performance de Yago Dora no Oi Rio Pro pode render um convite ao catarinense para a próxima etapa do Championship Tour, que acontece em Fiji, de 4 a 16 de junho. O assunto foi bastante especulado em Saquarema, mas a World Surf League ainda não oficializou a participação do atleta.

Apesar de a prova ser patrocinada pela Outerknown - empresa pertencente a Kelly Slater -, a escolha do wildcard ficará a critério da WSL e Yago é fortíssimo candidato.

Nas etapas disputadas em Margaret River e Saquarema, Jessé Mendes ficou com o convite da Liga, mas os resultados (13o e 25o) obtidos pelo atual líder do QS e a terceira posição de Yago no Oi Rio Pro podem pesar a favor do paranaense criado em Santa Catarina.

 

Depois de vencer a triagem promovida pela FESERJ na praia de Itaúna, Yago Dora derrubou nomes como os campeões mundiais John John Florence, Gabriel Medina e Mick Fanning, antes de perder para Adriano de Souza na semifinal.

Para escolher um wildcard em suas etapas, a WSL leva em consideração alguns fatores como a atual fase do atleta, as performances numa etapa da elite mundial e o encaixe do seu surfe com as ondas do pico.

Em 2015, o australiano Jay Davies venceu a triagem em Margaret River e fez bonito no evento principal, chegando às quartas depois de bater nomes como Gabriel Medina e Mick Fanning. Naquele mesmo ano, Davies foi chamado para Fiji, onde não se deu bem. Ele voltou a ser convidado no ano seguinte, em Margaret, e novamente foi mal. Em 2017, a WSL optou por dar o convite a Jessé Mendes.

No ano passado, Leonardo Fioravanti começou forte o ano, liderando o QS, e foi chamado para disputar a etapa em Margaret River. O italiano mandou bem, tirando o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater, e terminou em quinto lugar. A WSL lembrou novamente do atleta no Rio de Janeiro, onde avançou apenas uma bateria e ficou em 13o lugar. Depois disso, Leo participou apenas do Quiksilver Pro France, mas a convite do patrocinador da etapa.

A etapa em Fiji pode marcar ainda o retorno do potiguar Italo Ferreira às competições, depois da lesão de grau 3 no tornozelo sofrida na Austrália. O atleta ainda está em fase de recuperação, mas tem boa chance de participar da próxima etapa.

Caso desista de disputar o evento, Italo será substituído pelo baiano Bino Lopes, segundo alternate da elite mundial, já que o primeiro, Nat Young, está confirmado na vaga de Filipe Toledo, suspenso por indisciplina.

                                Veja imagens de Yago Dora em Saquarema

Veja também
Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Wilko no topo

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Direto de Cloudbreak

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas eliminados

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas na quinta fase

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas perdem

Adriano de Souza

Adriano de Souza

Hobbie ativo

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Gigantes caem

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Etapa permanece adiada

Italo Ferreira

Italo Ferreira

Esforço recompensado

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Duplo adiamento

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

A espera continua

Kelly Slater

Kelly Slater

Novo papel

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Tops seguem de folga

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Folga antecipada

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Dia de folga

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Baixas na repescagem