NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Mudanças no Tour
Especulação na Califa
Por Redação Waves em 08/09/17
Planos da WSL sobre novos formatos do Circuito Mundial vazam em Trestles (EUA).
980x586
Pipeline, no Havaí, pode abrir a temporada da WSL. Foto: © WSL / Heff.

 

De acordo com a revista australiana Stab, a WSL (World Surf League) prometeu mudanças radicais no Circuito Mundial em reunião com os atletas na última quarta-feira em Trestles, Califórnia (EUA).

 

A informação é mantida sob sigilo pela WSL, mas teria sido confirmada por alguns atletas, segundo a revista. Seguem abaixo algumas das principais mudanças sugeridas pela entidade para os próximos anos:

 

– Em vez de coroar o campeão em Pipeline, o Championship Tour (CT) começaria no Havaí, em fevereiro.

 

– O CT terminaria em setembro (possivelmente no Taiti).

 

– Em vez de ser decidido pelo sistema atual de pontos acumulados no ranking, o campeão mundial seria definido em um evento especial, provavelmente na Indonésia.

 

– Neste evento, ao término da temporada, os seis melhores surfistas do ranking masculino e as quatro do feminino reuniriam-se nas Ilhas Mentawai, Indonésia, em um mega evento organizado pela WSL para decidir os campeões da temporada.

 

– Para ser o campeão mundial, o sexto do ranking competiria contra o quinto. Quem vencer, enfrentaria o quarto e assim por diante até chegar ao duelo final, contra o líder do ranking da temporada.

 

1200x800
Já a etapa no Taiti encerraria o ranking mundial. Depois, os Tops partiriam para a Indonésia, em um evento especial para definir o campeão do Tour. Foto: © WSL / Cestari.

 

– Já o Circuito Qualifying Series (QS), a divisão de acesso para o CT, começaria imediatamente após a decisão do título mundial, operando de maneira similar a outros esportes, como a NFL. Isso permitiria aos atletas do CT competirem em tempo integral no QS, tentando se qualificar novamente à elite, ou apenas treinando para a próxima temporada.

 

– O Circuito QS começaria em setembro e seria finalizado em dezembro, possivelmente com a Tríplice Coroa. 

 

A revista Stab garantiu que foram ouvidas diferentes fontes, que preferiram manter o anonimato. Em resposta à revista, a WSL disse que "estuda mudanças para os próximos anos, mas por enquanto são apenas discussões com atletas e acionistas".

Procurado pelo Waves, um dos comissários da WSL - o brasileiro Renato Hickel - lamentou que o assunto debatido tenha vazado e confirmou que a entidade estuda mudanças para 2019.

Ainda de acordo com Renato, a única informação que não procede é de que o QS passe a ser disputado em tempo curto. O circuito continuaria acontecendo durante o ano, como ocorre atualmente.

Veja também
Hurley Pro

Hurley Pro

Highlights das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Fotos das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe é campeão

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe na final

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho na semi

Lower Trestles

Lower Trestles

Fotos da quinta-feira

Hurley Pro

Hurley Pro

Confira direto de Trestles

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro cai nas quartas

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson em nono

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho inspirado

Hurley Pro

Hurley Pro

Kanoa bate Mick

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro nas quartas

Mick x Kanoa

Mick x Kanoa

WSL repete bateria

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho aceso

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson bate Medina

Rip Curl Pro

Rip Curl Pro

Evento garantido até 2022