NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Hurley Pro
Jadson bate Medina
Por Redação Waves em 13/09/17
Jadson André derrota Gabriel Medina na terceira fase do Hurley Pro; Adriano de Souza também avança em Trestles (EUA).
1200x801
Jadson André derrota Gabriel Medina na terceira fase do Hurley Pro. Foto: WSL / Rowland.

 

Em duelo eletrizante, o potiguar Jadson André eliminou o paulista Gabriel Medina na terceira fase do Hurley Pro Trestles, etapa do Championship Tour que acontece na Califórnia (EUA).

Precisando de um ótimo resultado para subir no ranking e sair da incômoda 32a posição, Jadson partiu pra cima das ondas de Lower Trestles e venceu o compatriota por 15.76 a 14.80 pontos.

Depois de finalizar a terceira fase feminina, a World Surf League deu início ao round 3 masculino nas ondas de Lowers.

No primeiro duelo, Adriano de Souza teve muito trabalho para derrotar o australiano Josh Kerr.

Em um confronto com ondas bem volumosas, Adriano somou 6.50 e 6.27, contra 6.10 e 5.93 de Josh.

1400x896
Adriano de Souza passa por Josh Kerr em batalha acirrada. Foto: WSL / Rowland.

 
Na sequência, Italo Ferreira não se encontrou no outside e foi facilmente derrotado pelo havaiano Sebastian Zietz, que estava inspirado e arrancou 7.33 e 9.43 dos juízes em suas duas melhores ondas, contra 5.17 e 1.87 do brasileiro.

O terceiro duelo começou pegando fogo. Gabriel Medina saiu na frente com uma direita avaliada em 6.50, mas Jadson André respondeu forte, também de backside, obtendo 7.33.

Depois de esperar por outra onda, Medina usou a prioridade em uma esquerda e mandou um belo aéreo rodando, mas caiu ao arriscar outro pequeno voo na junção. Com a nota 6.57, ele assumiu a liderança e deixou Jadson a 5.74 da virada.

No decorrer da batalha, Jadson apostou em uma esquerda e mandou duas boas rasgadas, finalizando com uma batida na junção. O potiguar retomou a liderança com 6.97, deixando Medina a 7.73 da classificação.

Depois de esperar no outside, Medina encontrou uma longa direita e trabalhou até o inside, mas a parede volumosa não ofereceu muitas partes críticas e sua nota 6.23 não entrou no somatório.

Para piorar a sua situação, Jadson pegou uma ótima direita e não desperdiçou a oportunidade, mandando 8.43 para ampliar ainda mais a vantagem.

Precisando de 9.19, Medina passou a investir nos aéreos e caiu nas duas primeiras tentativas, até acertar um bom voo rodando e outro pequeno aéreo na junção, diminuindo a diferença com 7.60.

A partir daí, os atletas cometeram alguns erros e a situação ficou dramática nos minutos finais, mas o placar não foi alterado.

O terceiro round segue em ação na Califórnia. Na quarta bateria, Wiggolly Dantas encara o experiente australiano Adrian Buchan.

Os brasileiros retornam ao outside no décimo confronto, que será 100% brasileiro, reunindo Filipe Toledo e Miguel Pupo. Confira ao vivo.

Próximas baterias do round 3

4 Frederico Morais (POR) x Ezekiel Lau (HAV)
5 Adrian Buchan (AUS) x Wiggolly Dantas (BRA)
6 Jordy Smith (AFR) x Evan Geiselman (EUA)
7 John John Florence (HAV) x Hiroto Ohhara (JAP)
8 Conner Coffin (EUA) x Jeremy Flores (FRA)
9 Mick Fanning (AUS) x Kanoa Igarashi (EUA)
10 Filipe Toledo (BRA) x Miguel Pupo (BRA)
11 Joan Duru (FRA) x Bede Durbidge (AUS)
12 Julian Wilson (AUS) x Ethan Ewing (AUS)

Veja também
Hurley Pro

Hurley Pro

Highlights das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Fotos das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe é campeão

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe na final

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho na semi

Lower Trestles

Lower Trestles

Fotos da quinta-feira

Hurley Pro

Hurley Pro

Confira direto de Trestles

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro cai nas quartas

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson em nono

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho inspirado

Hurley Pro

Hurley Pro

Kanoa bate Mick

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro nas quartas

Mick x Kanoa

Mick x Kanoa

WSL repete bateria

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho aceso

Rip Curl Pro

Rip Curl Pro

Evento garantido até 2022