NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Adriano de Souza
Em busca da vitória
Por Bruno Vicaria em 12/07/17
Mineirinho aguarda início da competição em Jeffreys Bay com o foco fixo em repetir a vitória de 2012, na África do Sul.
1400x933
Mineirinho aguarda início da competição em Jeffreys Bay. Foto: © WSL / Cestari.

 

A janela da etapa de J-Bay da WSL foi aberta oficialmente nesta quarta-feira (12), mas não houve competição, uma vez que a previsão do tempo aponta para uma ótima condição para a prática do surfe a partir da sexta-feira (14), com as ondas podendo chegar a 2,5 metros de face.

Com isso, os atletas têm de conter a ansiedade e aguardar com paciência, como é o caso de Adriano de Souza. Terceiro no ranking mundial e com uma vitória nas ondas sul-africanas em 2012, quando a etapa contava pelo QS, Mineirinho segue sua rotina de treinos, enquanto a competição não começa, já avaliando seus primeiros adversários, o compatriota Jadson André e o português Frederico Morais na terceira bateria do Round 1.

"Depois de Fiji eu não parei. Fiz uma preparação especial nas Ilhas Maldivas com o vencedor do meu campeonato virtual de surfe e pegamos altas ondas. Vim para a África do Sul contente e pronto para me recuperar e melhorar a terceira posição no ranking. Já venci aqui e a expectativa para J-Bay é a melhor possível. Estou me sentindo bem e preparado para mais uma batalha. Quero um desempenho melhor que o de Fiji e o do ano passado aqui, de preferência com vitória, para seguir firme no campeonato", conta o campeão mundial de 2015, que no ano passado ficou a um passo das quartas, caindo no quinto round.

1400x752
Mineirinho durante os treinos em J-Bay. Foto: © WSL / Cestari.

 
"Definitivamente me sinto bem melhor aqui neste ano que em 2015, quando carreguei a lycra amarela por seis etapas e senti muita pressão. Me sinto ótimo e abençoado em estar aqui. Já estou na região há duas semanas e tive um tempo para trabalhar em meu surfe e ter um tempo antes de tudo. Quero vencer muito essa etapa, estou animado e quero ir bem. Tento não levar a pressão para a água. Tenho muitas memórias que levarei para sempre da vitória de 2012 e espero pegar ondas iguais. Neste ano temos uma história e um cenário diferente e vejo todos lutando pela vitória aqui", completa.

A próxima chamada acontece nesta quinta-feira (13), a partir das 2h (de Brasília), com transmissão ao vivo no site Worldsurfleague.com.

Primeira fase

1 Joel Parkinson (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Miguel Pupo (BRA)
2 Owen Wright (AUS), Bede Durbidge (AUS), Josh Kerr (AUS)
3 Adriano de Souza (BRA), Frederico Morais (POR), Jadson André (BRA)
4 Matt Wilkinson (AUS), Jeremy Flores (FRA), Ethan Ewing (AUS)
5 Jordy Smith (AFR), Conner Coffin (EUA), Michael February (AFR)
6 John John Florence (HAV), Ian Gouveia (BRA), Dale Staples (AFR)
7 Kolohe Andino (EUA), Italo Ferreira (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
8 Julian Wilson (AUS), Kelly Slater (EUA), Kanoa Igarashi (EUA)
9 Connor O’Leary (AUS), Adrian Buchan (AUS), Jack Freestone (AUS)
10 Gabriel Medina (BRA), Caio Ibelli (BRA), Stuart Kennedy (AUS)
11 Sebastian Zietz (HAV), Mick Fanning (AUS), Joan Duru (FRA)
12 Michel Bourez (PLF), Filipe Toledo (BRA), Ezekiel Lau (HAV)

Veja também
Hurley Pro

Hurley Pro

Highlights das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Fotos das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe é campeão

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe na final

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho na semi

Lower Trestles

Lower Trestles

Fotos da quinta-feira

Hurley Pro

Hurley Pro

Confira direto de Trestles

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro cai nas quartas

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson em nono

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho inspirado

Hurley Pro

Hurley Pro

Kanoa bate Mick

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro nas quartas

Mick x Kanoa

Mick x Kanoa

WSL repete bateria

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho aceso

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson bate Medina

Rip Curl Pro

Rip Curl Pro

Evento garantido até 2022