NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Jeffreys Bay
Briga acirrada
Por Redação Waves em 06/07/17
Matt Wilkinson, John John Florence, Jordy Smith, Adriano de Souza e Owen Wright partem para J-Bay no pelotão de frente da elite mundial.
980x550
Matt Wilkinson lidera o ranking mundial. Foto: © WSL / Cestari.

 

Entre os próximos dias 12 e 23 de julho, as direitas de Supertubes, em Jeffreys Bay, África do Sul, recebem a sexta etapa do Championship Tour 2017.

O Corona Open J-Bay promete esquentar ainda mais a briga pela liderança do ranking mundial, que tem seus cinco melhores atletas separados por apenas 600 pontos.

Depois da vitória em Fiji, o australiano Matt Wilkinson vai voltar a vestir a lycra amarela da WSL. Wilko já disputou uma semifinal em J-Bay, em 2014, e quer manter a vantagem sobre os adversários.

Atual campeão mundial e finalista na etapa sul-africana no ano passado, o havaiano John John Florence está a apenas 250 pontos de distância do concorrente. Depois de ficar em 13o lugar em Saquarema e Fiji, Florence busca um grande resultado na África para recuperar a lycra amarela.

1400x933
Adriano de Souza parte em busca da liderança. Foto: © WSL / Kirstin.

 
Empatados em terceiro lugar, Jordy Smith, Adriano de Souza e Owen Wright possuem 26.150 pontos e estão colados em Wilko e John John.

Único sul-africano na elite mundial, Smith possui duas vitórias em Jeffreys Bay (2010 e 2011).

Campeão do Championship Tour em 2015, Adriano de Souza também se sente muito à vontade no palco da próxima etapa. Já venceu uma etapa do QS no pico, em 2012, e chegou seis vezes às quartas de final da etapa sul-africana em provas do CT.

O defensor do título da etapa é o australiano Mick Fanning, que no momento ocupa a 13a posição no ranking e terá uma grande chance de reagir em uma das suas ondas favoritas.

Local de St Francis Bay, Dale Staples foi o vencedor da triagem sul-africana e ganhou um dos wildcards. O outro convidado será conhecido ao término do Ballito Pro, QS 10.000 que acontece em Ballito, África do Sul.

1440x850
Dale Staples vence triagem local e garante vaga na prova. Foto: © ASP / Cestari Foto: © WSL / Cestari.

 
Primeira fase

1 Joel Parkinson (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Miguel Pupo (BRA)
2 Owen Wright (AUS), Bede Durbidge (AUS), Josh Kerr (AUS)
3 Adriano de Souza (BRA), Frederico Morais (POR), Jadson André (BRA)
4 Matt Wilkinson (AUS), Jeremy Flores (FRA), Ethan Ewing (AUS)
5 Jordy Smith (AFR), Conner Coffin (EUA), wildcard
6 John John Florence (HAV), Ian Gouveia (BRA), wildcard
7 Kolohe Andino (EUA), Italo Ferreira (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
8 Julian Wilson (AUS), Kelly Slater (EUA), Kanoa Igarashi (EUA)
9 Connor O’Leary (AUS), Adrian Buchan (AUS), Jack Freestone (AUS)
10 Gabriel Medina (BRA), Caio Ibelli (BRA), Stuart Kennedy (AUS)
11 Sebastian Zietz (HAV), Mick Fanning (AUS), Joan Duru (FRA)
12 Michel Bourez (PLF), Filipe Toledo (BRA), Ezekiel Lau (HAV)

Veja também
Hurley Pro

Hurley Pro

Highlights das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Fotos das finais

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe é campeão

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipe na final

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho na semi

Lower Trestles

Lower Trestles

Fotos da quinta-feira

Hurley Pro

Hurley Pro

Confira direto de Trestles

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro cai nas quartas

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson em nono

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho inspirado

Hurley Pro

Hurley Pro

Kanoa bate Mick

Hurley Pro

Hurley Pro

Mineiro nas quartas

Mick x Kanoa

Mick x Kanoa

WSL repete bateria

Hurley Pro

Hurley Pro

Filipinho aceso

Hurley Pro

Hurley Pro

Jadson bate Medina

Rip Curl Pro

Rip Curl Pro

Evento garantido até 2022