Outerknown Fiji Pro
Wilko no topo
Por Redação Waves em 14/06/17
Matt Wilkinson vence Connor O'Leary em final australiana no Outerknown Fiji Pro e assume a liderança do ranking mundial.
2048x1365
Matt Wilkinson vence o Outerknown Fiji Pro. Foto: © WSL / Cestari.

 

O australiano Matt Wilkinson foi o grande vencedor do Outerknown Fiji Pro em Cloudbreak. Com uma virada nos minutos finais, Wilko faturou quinta etapa do Championship Tour e assumiu a liderança do ranking mundial.

Finalista pelo segundo ano consecutivo em Fiji, o atleta fechou com chave de ouro a sua campanha depois de superar o compatriota Connor O’Leary, estreante na elite mundial e finalista no Tour pela primeira vez na carreira.

Connor chegou a liderar o placar por um bom tempo, mas Wilko deu o bote nos minutos finais e venceu a batalha por 16.60 a 15.70 pontos.

Além de somar 10.000 pontos e ultrapassar o havaiano John John Florence na corrida pelo título mundial, o campeão sai de Fiji com US$ 100 mil na conta bancária. Já o vice, Connor O'Leary, fatura US$ 50 mil e computa 8.000 pontos no Tour, pulando de 15o para sétimo.

2048x1365
Connor O'Leary chega à sua primeira final no Tour e fica em segundo. Foto: © WSL / Cestari.

 

Brazucas em nono

 

Únicos brasileiros que ainda brigavam pelo título, Italo Ferreira e Ian Gouveia foram eliminados no round 5 em Cloudbreak.

A primeira bateria do dia começou devagar, com poucas ondas em Cloudbreak. No decorrer do confronto, Italo Ferreira usou a prioridade para ir na primeira onda e somou 5.67. Porém, a de trás teve um grande potencial e Julian Wilson aproveitou a oportunidade para arrancar 9.17 dos juízes, desequilibrando o confronto.

As séries voltaram a ficar escassas e nada mudou no outside. Julian terminou o duelo com 13.34 pontos, contra 7.34 de Italo.

Com o resultado, mesmo sem participar de três etapas devido à lesão sofrida no tornozelo, Italo entrou no grupo dos Top 22 da elite mundial.

2048x1365
Italo Ferreira retorna às competições com um nono lugar. Foto: WSL / Ed Sloane.


Em seguida, Ian Gouveia travou um duelo acirrado com o italiano Leo Fioravanti e chegou a ocupar a liderança com 4.83 e 6.50, mas, nos minutos finais, viu o adversário encontrar um canudo sensacional que rendeu 8.83 e o deixou a 8.34 da vitória. A partir daí, nenhuma série despontou no horizonte e, assim como Italo, Ian terminou o duelo com a prioridade.

O nono lugar em Cloudbreak fez Ian encostar no pelotão dos 22 melhores do Tour. O pernambucano criado em Santa Catarina é agora o 23o colocado, logo atrás de Italo Ferreira.

Ainda pela quinta fase, o francês Joan Duru arrepiou no duelo com o havaiano Sebastian Zietz e levou a melhor com 17.33 pontos, contra 12.50 do adversário.

Na sequência, os australianos Joel Parkinson e Stuart Kennedy travaram uma dura batalha e Parko venceu por 12.57 a 12.36.

2048x1365
Ian Gouveia também cai na quinta fase. Foto: WSL / Ed Sloane.

 
Caminho ao pódio

Nas quartas de final, Matt Wilkinson bateu o compatriota Julian Wilson por 17.00 a 16.30, enquanto Connor O'Leary derrotou o francês Joan Duru pelo placar de 11.16 a 10.70 pontos.

Nas semis, as vítimas da dupla foram Michel Bourez e Joel Parkinson, que haviam derrotado Leo Fioravanti e Bede Durbidge, respectivamente.

Wilko teve muito trabalho para bater Bourez, derrotado por 14.23 a 14.00 pontos. O australiano conseguiu uma virada emocionante nos últimos segundos. Precisando de 5.67, recebeu 5.90 dos juízes.

Em seguida, Connor O’Leary mandou bem nos tubos para registrar 15.40, contra apenas 8.36 de Joel Parkinson. No decorrer da bateria, o vento ficou mais intenso e passou a prejudicar a formação das ondas em Cloudbreak.

2048x1365
Joel Parkinson fica em terceiro. Foto: © WSL / Cestari.

 
Na final, Connor saiu na frente com 8.33 e ampliou vantagem com 6.50, mas Wilko respondeu manobrando forte com 8.57 e conseguiu a virada com 6.93, deixando o adversário a 7.18 da vitória.

Sempre buscando os cilindros, Connor O’Leary reverteu a situação com 7.37.

A partir daí, cerca de 10 minutos se passaram sem muitas emoções em Cloudbreak. Na reta final da bateria, o bicho voltou a pegar e Wilko insistiu bastante até conseguir a virada.

Mais uma vez atacando forte o lip, o australiano arrancou 8.03 dos juízes para aplicar um golpe fatal em Connor O’Leary, que nada pôde fazer nos minutos finais.

Os tops voltam a entrar em ação entre os dias 12 e 23 de julho, nas direitas de Jeffreys Bay, África do Sul. O defensor do título da etapa é o australiano Mick Fanning, que no momento ocupa a 13a posição no ranking do Tour.

2048x1366
Michel Bourez divide a terceira posição com Parko. Foto: © WSL / Cestari.

 
Resultado do Outerknown Fiji Pro 2017

1 Matt Wilkinson (AUS)

2 Connor O'Leary (AUS)

3 Michel Bourez (PLF)

3 Joel Parkinson (AUS)

5 Joan Duru (FRA)

5 Julian Wilson (AUS)

5 Bede Durbidge (AUS)

5 Leo Fioravanti (ITA)

9 Italo Ferreira (BRA)

9 Ian Gouveia (BRA)

9 Stuart Kennedy (AUS)

9 Sebastian Zietz (HAV)

Round 5

1 Julian Wilson (AUS) 13.34 x 7.34 Italo Ferreira (BRA)

2 Leonardo Fioravanti (ITA) 14.83 x 11.33 Ian Gouveia (BRA)
3 Joan Duru (FRA) 17.33 x 12.50 Sebastian Zietz (HAV)

4 Joel Parkinson (AUS) 12.57 x 12.36 Stuart Kennedy (AUS)

Quartas de final

1 Matt Wilkinson (AUS) 17.00 x 16.30 Julian Wilson (AUS)
2 Michel Bourez (PLF) 17.80 x 13.57 Leonardo Fioravanti (ITA)
3 Connor O'Leary (AUS) 11.16 x 10.70 Joan Duru (FRA)
4 Joel Parkinson (AUS) 13.67 x 11.23 Bede Durbidge (AUS)

Semifinais

1 Matt Wilkinson (AUS) 14.23 x 14.00 Michel Bourez (PLF)
2 Connor O'Leary (AUS) 15.40 x 8.36 Joel Parkinson (AUS)

Final

Matt Wilkinson (AUS) 16.60 x 15.70 Connor O'Leary (AUS)

Ranking atualizado (Top 22)

1 Matt Wilkinson (AUS) 26.750
2 John John Florence (HAV) 26.500
3 Jordy Smith (AFR) 26.150
3 Adriano de Souza (BRA) 26.150
3 Owen Wright (AUS) 26.150
6 Joel Parkinson (AUS) 22.650
7 Connor O’Leary (AUS) 18.450
8 Julian Wilson (AUS) 16.700
9 Kolohe Andino (EUA) 16.000
10 Sebastian Zietz (HAV) 15.500
11 Gabriel Medina (BRA) 14.500
12 Michel Bourez (PLF) 14.450
13 Mick Fanning (AUS) 14.400
14 Filipe Toledo (BRA) 13.950
15 Caio Ibelli (BRA) 13.250
16 Adrian Buchan (AUS) 12.500
17 Jeremy Flores (FRA) 11.000
18 Kelly Slater (EUA) 10.950
18 Bede Durbidge (AUS) 10.950
18 Frederico Morais (POR) 10.950
21 Wiggolly Dantas (BRA) 10.750
22 Italo Ferreira (BRA) 10.700

Próximos brasileiros no ranking

23 Ian Gouveia (BRA) 9.750
31 Yago Dora (BRA) 7.000
34 Jadson André (BRA) 5.000
37 Jessé Mendes (BRA) 2.250
40 Bino Lopes (BRA) 1.000
41 Samuel Pupo (BRA) 500

Veja também
Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Direto de Cloudbreak

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas eliminados

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas na quinta fase

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Brazucas perdem

Adriano de Souza

Adriano de Souza

Hobbie ativo

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Gigantes caem

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Etapa permanece adiada

Italo Ferreira

Italo Ferreira

Esforço recompensado

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Duplo adiamento

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

A espera continua

Kelly Slater

Kelly Slater

Novo papel

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Tops seguem de folga

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Folga antecipada

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Dia de folga

Outerknown Fiji Pro

Outerknown Fiji Pro

Baixas na repescagem