NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Rip Curl Guarujá Open
Abertura no Guaiúba
Por Fábio Maradei em 11/08/17
Giovani Pontes e Gabriel André se destacam no primeiro dia do Rip Curl Guarujá Open de Surf 2017.
Alax Soares, Rip Curl Guarujá Open 2017, Praia do Guaiúba. Foto: Silvia Winik.
Alax Soares, Rip Curl Guarujá Open 2017, Praia do Guaiúba. Foto: Silvia Winik.

Giovani Pontes e Gabriel André foram os destaques do primeiro dia da etapa de abertura do Rip Curl Guarujá Open de Surf 2017, nesta sexta-feira (11), na Praia do Guaiúba.

Os dois surfistas passaram dos 15 pontos e já estão classificados para as semifinais da categoria Pro / Am, uma das novidades do campeonato neste ano.

As disputas seguem neste sábado, a partir das 8h, tendo como uma das atrações a Re/Max Session, outra inovação do Circuito, com premiação em dinheiro para o “Rei da Manobra” mais radical.

No domingo, o evento recomeça no mesmo horário, com as finais das 9h10 às 12h30. A competição foi iniciada com boas ondas, mas longe do mar acima do normal, que chegou a ser previsto, justamente pela escolha da sede, um local mais protegido. Guaiúba, aliás, recebe uma etapa do Circuito pela primeira vez na história e foi aprovada por todos, pela qualidade de ondas e pelo visual do local, cercado por natureza.

“Acertamos com a praia, que está oferecendo condições para todos os atletas competirem bem. Existiu o alerta de ressaca, de ondas grandes e como temos categorias de base e optamos pela segurança”, disse o presidente da Associação de Surf de Guarujá, Ademir Silva.

Na Pro / Am, a primeira grande disputa aconteceu ainda no round 2, com Guilherme Silva tirando uma nota 9. Gabriel André ficou em primeiro, com 15,04 pontos, Guilherme foi o segundo, menos de um ponto à frente de Ricardo Silva, experiente competidor, que tem história no Circuito, sendo duas vezes supercampeão.

Outro destaque foi Kim Matheus, também passando dos 15 pontos. Mas ele e Guilherme não conseguiram avançar na fase seguinte, ambos ficando em sétimo. Na semifinal, Gabriel André enfrentará Gilmar Silva, o mais experiente atleta em ação na categoria, e Nathan Brandi, que foi destaque nas disputas de base.

Na outra bateria Giovani Pontes terá pela frente Gustavo Ribeiro, de Itannhaém, e Jackson Santos, de Bertioga. O mesmo Giovani Pontes, mostrando sintonia com o mar, também se classificou para a semi júnior (sub18). Outro destaque da categoria foi Ihgor Sant’Ana. Na mirim (sub16), Samuel Alves garantiu a melhor performance e quem também avançou foi Luan Hanada, atual supercampeão do Circuito e que defende o título da categoria.

Com 11 categorias, o campeonato tem como novidades a pro-am, com R$ 3 mil de premiação, sendo R$ 1 mil ao vencedor da etapa, a Re/Max Session, com R$ 500 ao dono da melhor manobra radical, e a petit, para atletas com até dez anos, valorizando o trabalho de base. Serão três etapas, tendo na última a decisão do supercampeão, entre os campeões municipais, valendo como prêmio especial uma viagem para a Indonésia, oferecida pela Ocean Travel.

Veja também
Arpoador Clássico

Arpoador Clássico

Swell histórico no Rio

Hang Loose Surf Attack

Hang Loose Surf Attack

Etapa agiliza finais

Praia de Jaguaribe

Praia de Jaguaribe

Surfistas apoiam fotógrafo

Quiksilver Young Guns

Quiksilver Young Guns

Samuel leva a melhor

Municipal de Caraguá

Municipal de Caraguá

Boletta domina as massas

Itapuca Legend

Itapuca Legend

Swell reúne as feras

Silverbay Garopabense

Silverbay Garopabense

Famílias fazem a diferença

Rip Curl Guarujá Open

Rip Curl Guarujá Open

Ribeiro comanda o show

Hang Loose Surf Attack

Hang Loose Surf Attack

Etapa agendada em Ubatuba (SP)

Rip Curl Guarujá Open

Rip Curl Guarujá Open

Highlights do segundo dia

Surfing Champions

Surfing Champions

Taj dá o troco

Rip Curl Guarujá Open

Rip Curl Guarujá Open

Groggia voa alto

Surfing Champions

Surfing Champions

Highlights da single fin

ASN Nova Geração

ASN Nova Geração

Molecada volta às origens

Festival Olindense

Festival Olindense

Olinda (PE) badalada