NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
DNA Salgado
The Orange County
Por Kemel Addas Neto em 16/10/17
Kemel Addas Neto, o Ne, destaca a magia de Orange County, na Califórnia (EUA).
1400x894
Píer de Huntington Beach, em Orange County, Califórnia (EUA). Foto: Kemel Addas Neto.

 

Quando fui pela primeira vez à Califórnia, já tinha no meu roteiro um só destino: Huntington Beach, no Condado de Orange County.

Ao chegar lá, em 2 de setembro de 1984, em poucos minutos tive a certeza de que me encantaria por aquele lugar, e mais tarde por toda a região de OC.

A Califórnia é sem dúvida a região onde se contempla o surfe de forma mais “soul”, onde a competição não está em primeiro plano para 90% dos milhares de surfistas californianos.

Minha intenção neste texto é tentar passar a vocês um pouco da magia desta região da Califórnia, e para aqueles que me conhecem, explicar o porquê da minha loucura por esse lugar mágico.

O surfe, na ótica dos californianos, tem sim uma forma diferente de ser visto comparado ao resto do planeta.

O respeito, a cultura e paixão pelo esporte são completamente despretensiosos e sem nenhuma competitividade, comparado ao Hawaii, Austrália e Brasil. A forma como se vive o surfe por lá é muito “cool”.

Apesar de essa região pertencer ao maior estado norte-americano, além de ser o lugar onde a economia não para de crescer por um segundo, você consegue cair na água e surfar pelo tempo que puder ou quiser sem o estresse e loucura apressada de outros lugares, e isso já faz uma baita diferença! Picos como Trestles e Salt Creek são mágicos dentro do contexto das cidades que beiram o mar em OC.

1400x833
New Port Beach. Foto: Kemel Addas Neto.

 
E por que tudo por lá é diferente? Na minha opinião, Orange County foi se desenvolvendo de forma muito bem planejada e organizada, deixando tudo o mais próximo possível do natural, mesmo precisando fazer as questões comerciais e financeiras funcionar a todo o vapor.

É fácil perceber o quanto o astral do surfe está inserido aqui ou ali se você pegar o carro e começar sua viagem por essa região de forma calma e observadora, curtindo todos os lugares.

Você notará esse astral até em um simples coffee shop. Geralmente as pessoas que vão para a Califórnia passam por tudo muito rápido, preocupadas em consumir. Não prestam atenção num simples momento como estacionar o carro em um estacionamento da praia, dar uma olhada ao redor e sentir a vibração “surfística” do lugar.

Uma boa viagem começa no norte de Huntington Beach, passa por lugares incríveis como New Port Beach, Corona Del Mar, Laguna Beach, Dana Point e San Clemente, e mais para dentro, como Costa Mesa e Laguna Hills.

Por centenas de vezes senti essa emoção. Começava meu dia com um simples café, dirigia até o meu pico preferido, estacionava o carro sem as preocupações de uma metrópole e seus problemas de segurança. Mesmo em picos mais cheios como Huntington Beach e Trestles, saía da água no melhor estilo “cabeça feita”, tomava uma ducha de água doce (na maioria dos picos isso é possível), trocava de roupa no carro ouvindo minha playlist preferida e ia trabalhar.

Você deve estar pensando “mas aqui também podemos fazer isso!”. Sim, inclusive tento estar na água o máximo possível, mas a magia de OC está na perfeita e natural mistura entre o mar, natureza e respeito dos cidadãos com tudo em volta deles. A diferença está no esforço diário de preservar o meio ambiente manter a harmonia e funcionamento de tudo, ou seja, algo que vai além do surfe, mas que traz para o surfe uma satisfação a mais.

Claro que tudo isso é regado a picos com ondas muito boas, point breaks e beach breaks no melhor estilo do Pacífico.

Um dos pontos mais fortes e que faz a conexão entre o surfe e os californianos é a arte na Califórnia, e em The OC isso é especial. São dezenas de galerias de arte e museus que tratam de todos os temas, mas o que é muito curioso é que em todas as exposições sempre existe um link entre as obras ou fotos dos oceanos.

1400x823
Salt Creek. Foto: Kemel Addas Neto.

 
A força e influência da arte, de um modo geral, em The OC é evidente, qualquer trajeto em direção as praias você observa nas esquinas algum desenho, pintura ou algo que remete a arte.

Sem dúvidas, a arte e o surfe andam de mãos dadas na Califórnia. Até na água temos contato com surfe arte na pintura das pranchas, muitas vezes feitas pelos próprios surfistas, e até por invenções de shapes e quilhas malucas.

A verdadeira e melhor indústria de surf: The OC, como é mais conhecida, é a casa das marcas mais importantes da indústria do surfe mundial, como Quiksilver, Billabong, RVCA, Volcom, Hurley, Rip Curl, Vans e muitas outras, além de ter uma das melhores e mais completas lojas de surf do Planeta, a Jack’s Surfshop, e ainda abrigar dezenas das melhores fábricas de pranchas da América do Norte, tais como Lost, Rusty, MR e muitas outras.

Esse mercado movimenta milhões e milhões de dólares, faz a máquina surfe indústria funcionar a todo o vapor, mantendo o esporte forte e com produtos inovadores em todos os segmentos: roupas, acessórios, pranchas e roupa de borracha.

Também em The OC, acontece há décadas o campeonato com maior premiação no QS, o famoso US Open of Surfing. Com duração de 10 dias, é o evento que traz todas as categorias, desde os juniores até o profissional, além da categoria feminina, válida pelo CT.

Essa paixão de estar na água diariamente de forma mais simplista para absorver do mar as melhores vibrações e sair com a sensação de alma renovada é o que me movimenta, pois movimento é vida.

A experiência de ir para a Califórnia pode ser diferente da mais conhecida ideia que os brasileiros têm em relação ao consumo de boas marcas num preço mais justo, principalmente se você tem a intenção de vivenciar e surfar todos os dias, pois mesmo sendo um dos lugares do Planeta com maior crowd, o astral dos picos e as sensações ao redor fazem de uma simples sessão de surfe algo mágico e contagiante.

Sugiro vocês planejarem sua surf trip para a Califórnia, incluindo Orange County, com a perspectiva que apresentei aqui, porque não tenho dúvidas que vocês descobrirão uma Califórnia que nem imaginavam! Estou ansioso para saber como serão as experiências de vocês em The OC.

Mais uma sugestão: não deixem de ir surfar na Baja California, tem altas ondas! Mas isso já é uma outra história (risos)!

Aqui vão algumas dicas de lugares imperdíveis em OC!


Restaurantes:

Sushi On Fire em HB

Taco Surf - Dana Point e Seal Beach

Kean Coffee Costa Mesa

Galerias e Museus de Arte:

Museu de Arte de Laguna

Martin Lawrence Galleries

Surf Shops:

Jacks Surfshop - HB, NB, Corona Del Mar e Dana Point.

Thalia Surfshop - Laguna Beach

Pranchas:

Timmy Patterson – San Clemente

Lost e MR ( Catalys Surfboards) San Clemente
1755 N El Camino Real, San Clemente, CA 92672, EUA

Stewart Surfboards

Noll Surfboards

Museus de Surf:

Museu de Surf de HB

Surf Heritage & Culture Center

Veja também
DNA Salgado

DNA Salgado

Echo Beach, o início da mudança

DNA Salgado

DNA Salgado

Inspiração diária

DNA Salgado

DNA Salgado

Filmes de surfe

DNA Salgado

DNA Salgado

Bate-volta

DNA Salgado

DNA Salgado

Os boardshorts