NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Mundial de Bodyboarding
A batalha continua
Por Redação Waves em 07/07/17
Eder Luciano, David Barbosa e Roberto Bruno avançam à terceira fase do Arica Chilean Challenge; chileno Sacha Damjanic arranca nota 10.
869x506
El Gringo oferece ótimas condições para o Arica Chilean Challenge. Foto: Pablo Jimenez.

 

Nesta sexta-feira, foram disputados os duelos pendentes da primeira fase e toda a repescagem do Arica Chilean Challenge, quarta etapa do Mundial de Bodyboarding.


Os brasileiros Eder Luciano, Roberto Bruno e David Barbosa mandaram bem e seguiram à terceira fase da prova. Agora, junto com Uri Valadão - que já havia estreado com vitória na quinta-feira -, eles são os únicos brasileiros na briga pelo título na bancada conhecida como El Gringo.

O dia começou com os duelos pendentes da primeira fase. Em um duelo acirrado, David Barbosa terminou em terceiro lugar com 12.75 pontos, atrás do peruano Miguel Rodriguez e do português Dino Carmo, que totalizaram 13.00 pontos (no critério de desempate, Miguel levou a melhor por ter obtido a maior nota, 9.00).

Duas baterias depois, Eder Luciano somou 7.00 e 6.00 para bater seus adversários e evitar a repescagem.

Para acelerar o cronograma da competição, a direção do Arica Chilean Challenge optou por promover baterias com quatro atletas a partir da repescagem, inclusive a final.

Na abertura da segunda fase, o chileno Sacha Damjanic deu um show e arrancou notas 10 e 6.75, deixando a briga pela segunda vaga entre o canário Diego Cabrera e os brasileiros David Barbosa e Sócrates Santana.

Embalado pelas boas atuações desde a triagem, David descolou 8.00 e 5.90 para desbancar Cabrera, que vinha de uma vitória no Grand Slam em Itacoatiara.

Sócrates, por sua vez, demorou a entrar em sintonia com as séries e só pegou sua melhor onda (6.10) nos instantes finais.

960x573
Sacha Damjanic arranca nota 10 dos juízes. Foto: Pablo Jimenez.

 
Na quarta bateria, Roberto Bruno comandou as ações e passou em primeiro com 7.25 e 5.75, deixando para trás o havaiano Dave Hubbard (3o) e os português Antonio Cardoso (2o) e Andre Bernardo.

O Brasil sofreu uma baixa na quinta batalha, com o niteroiense Dudu Pedra perdendo para os chilenos Diego Sepulveda e Kevin Torres.

Dudu mostrou muita disposição e obteve 6.75 e 6.00, mas saiu da água precisando de 6.26 para entrar na zona de classificação. Quem também caiu foi Dino Carmo, vice-campeão do Itacoatiara Pro.

Os brasileiros aguardam agora a terceira fase da competição. Logo na primeira bateria, Roberto Bruno e David Barbosa encaram o jovem havaiano Tanner McDaniel e o português Antonio Cardoso.

No quarto duelo, Eder Luciano desafia o basco Alex Uranga, o francês Pierre Louis Costes e o australiano Joshua Burguete Kirkman.

Finalizando o round 3, Uri Valadão mede forças com o sul-africano Iain Campbell, o chileno Alan Muñoz e o canário Igor Sanchez.


Veja Maxime Castillo em ação



Veja Tanner McDaniel em ação



Veja Joshua Kirkman em ação



Veja Miguel Rodriguez em ação



Melhores momentos do dia

Veja também
Mundial de Bodyboarding

Mundial de Bodyboarding

Uri é vice em Sintra

Festival de Mongaguá

Festival de Mongaguá

Inscrições abertas no Píer

Mundial de Bodyboard

Mundial de Bodyboard

Isabela bate na trave

Bodyboard Treino

Bodyboard Treino

Sinal verde em São Vicente

Bodyboard Treino ASM

Bodyboard Treino ASM

Sucesso no Matadeiro

Taça Tools

Taça Tools

Eder vence em Tramandaí

Rio Bodyboarding Master

Rio Bodyboarding Master

Velha guarda não perdoa

Catarinense de Bodyboard

Catarinense de Bodyboard

Eder fatura em casa

Bodyboard Treino

Bodyboard Treino

Nova data em São Vicente

Catarinense de Bodyboard

Catarinense de Bodyboard

Abertura no Estaleirinho

Master Bodyboarding

Master Bodyboarding

Palco inédito

Bodyboard Treino

Bodyboard Treino

Convocação em São Vicente

Bodyboard Treino ASM

Bodyboard Treino ASM

Encontro no Matadeiro

Mundial de Bodyboarding

Mundial de Bodyboarding

Iain Campbell na ponta

Mundial de Bodyboarding

Mundial de Bodyboarding

Brazucas chegam junto

Antofagasta Festival

Antofagasta Festival

Uri nas quartas