Meio ambiente

Tubarão ataca na Bahia

Por Ader Oliveira em 04/06/07

 

Dr. Afrânio escapa de ataque de tubarão na praia do Forte. Foto: Thunder / Fotografias Eduardo Moody.

Os surfistas de Salvador estão cada vez mais assustados com as constantes aparições de tubarões na capital e também no litoral norte baiano.

 

No último domingo, o susto foi ainda maior. Dezoito pessoas desfrutavam de ondas perfeitas de 1 metro num secret localizado na praia do Forte, quando um tubarão com cerca de 2,5 metros tentou atacar o surfista e médico anestesista Afrânio.


Para a sorte de Afrânio, que remava de volta ao outside, o animal acertou a prancha e não causou nenhum estrago no surfista.

 

Surfistas de Salvador (BA) estão cada vez mais assustados com a presença de tubarões. Foto: Tubaroes.com.sapo.pt.

A cena foi presenciada por todos que estavam na água, como o fotógrafo e free surfer Eduardo Moody, o atleta profissional Lalo Giudice e os free surfers Marcelo Primata, Leo Tzanas e Rocão, entre outros.

 

"Tomei um grande susto. Senti uma forte pancada e capotei junto com a prancha. Ainda vi o bicho passando por mim depois que ele acertou a prancha. Graças a Deus ele não me atacou, foi um alívio muito grande", conta um aliviado Afrânio.

O free surfer Adrian Vilas Bôas, que estava muito próximo a Afrânio, relata o desespero da galera.

"Entramos todos em pânico e foi uma gritaria, um bate-perna, braço, coração
saindo pela boca, dezenas de surfistas se embolando, remando na mesma onda e
torcendo pra chegar inteiro à areia, sem ter tomado nenhuma dentada do animal", diz Adrian.

Não é a primeira vez que acontece o indesejável encontro entre surfistas e tubarões nas praias de Salvador.

"Desde outubro do ano passado que sempre vejo alguns na praia de Aleluia. Outro dia pensei que fosse gente mergulhando, mas quando vi melhor, tomei o maior susto", diz Guiga Matos, legend do surf baiano e correspondente do Wavescheck.

 

Quem também entrou em pânico ao avistar um tubarão enquanto surfava foi Lula, free surfer de Villas do Atlântico.

 

"Estava pegando onda em Ipitanga com meu amigo Eduardo e vimos um tubarão muito grande, devia ter uns 2 a 3 metros de comprimento. Foi uma cena muito sinistra", recorda Lula.

O único registro de ataque a surfista na Bahia havia acontecido em fevereiro de 2005, na praia de Luzimares, litoral norte de Ilhéus.

Antônio de Carvalho Miguel Pereira, então com 12 anos, foi atacado por um tubarão de aproximadamente 3 metros e levou mais de 300 pontos na perna direita.


Saiba mais

Biólogo contesta ataque

Veja também
Preserve Torres

Preserve Torres

Não às torres de concreto

Eco Torres

Eco Torres

Novas parcerias no Sul

Expedição OCEARCH

Expedição OCEARCH

Primeiros tubarões capturados

Reserva Mundial de Surf

Reserva Mundial de Surf

Guarda do Embaú no páreo

Expedição Nordeste

Expedição Nordeste

ONG estuda tubarões

Preserve Torres (RS)

Preserve Torres (RS)

Grupo pede ajuda

São Paulo e Pernambuco

São Paulo e Pernambuco

Homem x ondas

Serginho Laus

Serginho Laus

Pororoca prejudicada

Prancha ecológica

Prancha ecológica

Projeto invade o Nordeste

Restinga de Guaratuba (PR)

Restinga de Guaratuba (PR)

Associação critica prefeitura

Prancha ecológica

Prancha ecológica

Espanhóis mandam bem

Pescador x surfista

Pescador x surfista

Intolerância em SC