NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Bom de bico
A saga do LQS
Por Jaime Viudes em 08/04/09
Jaime Viúdes reflete sobre a largada do Longboard Qualifying Series na Austrália.

 

Viúdes, Picuruta, Amaro e Bahia prontos para defenderem as cores da bandeira brasileira pelo mundo. Foto: Arquivo pessoal Viúdes.

Com três etapas no mês de março, a Austrália deu sua largada no Longboard Qualifying Series, divisão regional de acesso ao World Longboard Tour, circuito que define o título mundial de longboard profissional.


Os EUA também já colocaram seus primeiros pontos em jogo em Huntington Beach. O carioca Roger Barros, que está fora do WLT 2009, foi o único brasileiro que competiu na etapa americana.


Assim como na Austrália, os americanos contam com boas etapas para 2009, graças à PLA (Professional Longboard Associaton), exemplo de entidade voltada exclusivamente à modalidade.


Muitos surfistas que estavam afastados das competições estão de olho em uma vaga para o WLT. Com o circuito LQS distribuindo preciosos pontos, nomes como Jay Byrnes, Seb Wilson, Ian Bell, Josh Moir e outros estão voltando à ativa.

 

Isto é muito bom para a cena internacional, mas o Brasil ainda não confirmou nenhuma etapa qualificatória e sai em desvantagem em relação aos EUA, Austrália, Hawaii, Europa e até Japão. Cada um desses países conta com etapas do LQS em seus calendários, procurando se enquadrar dentro da nova realidade do circuito mundial.


Com muito esforço de todos os envolvidos em competições, o Brasil chegou ao patamar de potência da modalidade e agora corremos o risco de ficar em desvantagem caso não aconteça alguma etapa por aqui.

 

Temos seis participantes no WLT 2009: Eduardo Bagé, Phil Rajzman, Picuruta Salazar, Jaime Viúdes, Amaro Matos e Carlos Bahia. Este ano o circuito será formado por apenas 32 surfistas. É um número expressivo, principalmente por termos cinco entre os tops 16, mas o suporte do LQS é importante para repatriar o Mica, Mula, Freitas, Jonas Lima e outros, além de colocar novos nomes na divisão principal.


Confira abaixo um resumo dos quatro campeonatos que abriram o calendário do LQS.

 

Smarts Concrete Agnes Water Classic ? 4 a 5/3, Austrália - Agnes Water, na região de Queensland, foi sede da primeira etapa da perna australiana do LQS. O ?old style? californiano mostrou que ainda sobrevive no meio do surf progressivo, pelo menos quando as condições do mar favorecem.

 

O americano Troy Mothershead venceu com estilo e o vice Jared Neal também abusou das penduradas para deixar o versátil californiano Taylor Jensen em terceiro e o australiano Jackson ?cara de velho? Close, em quarto.


O LQS feminino também está a todo vapor e vem acompanhando a caravana com muita classe. As garotas estão provando que um longboard é a prancha ideal para as mulheres, surfando com beleza plástica e classe nas passadas e curvas.

 

Porém, aquelas que têm as batidas como complemento vêm levando nítida vantagem, caso da australiana Chelsea Willians e da americana campeã mundial de 2007, Jenifer Smith. Ambas são extremamente técnicas e polidas tanto na rabeta quanto no bico, encaixando as manobras na hora certa sem perder a postura e por isso elas foram campeã e vice respectivamente. Georgia Young e Rosie Lockie foram as terceiras e quartas colocadas.

 

Costa Del Mar Longboard Pro ? 13 a 15/3, Califórnia (EUA) - O tricampeão mundial Collin McPhillips voltou a vencer um campeonato depois de alguns tropeços no WLT do ano passado. Na final ele não deu chances ao marrento havaiano Kai Sallas e venceu com o placar de 11.50 a 6.00 pontos.


As ondas de Huntington Beach não possibilitaram grandes performances e na primeira semifinal Kai eliminou o americano Steve Newton. Josh Moir, um dos longboarders mais influentes na Califórnia, não foi páreo para Collin na disputa seguinte.


Veja também
Jaime Viudes

Jaime Viudes

O pai do surf performance

Jaime Viudes

Jaime Viudes

Rivalidade histórica

Jaime Viudes

Jaime Viudes

O matuto e a coruja

Jaime Viudes

Jaime Viudes

A peça de cima

Jaime Viudes

Jaime Viudes

A grandeza do Anão

Jaime Viudes

Jaime Viudes

Evolução da espécie híbrida

Jaime Viúdes

Jaime Viúdes

O enterro do clássico

Joel Tudor

Joel Tudor

Barrado no baile

Jaime Viúdes

Jaime Viúdes

O mestre rabugento e o anão aprendiz

Jaime Viúdes

Jaime Viúdes

Nicarágua inusitada

Bom de Bico

Bom de Bico

Lisergia Clássica, Peru no foco

Bom de Bico

Bom de Bico

Cadillac das ondas

Bom de Bico

Bom de Bico

Em busca de Nuuhiwa

Bom de Bico

Bom de Bico

Maratona dos pranchões

Bom de Bico

Bom de Bico

O futuro da nação

Bom de Bico

Bom de Bico

A nova era dos pranchões