NOTÍCIAS WAVESCHECK MENU
Volcom Fiji Pro
Medina esbarra em Slater
Por Redação Waves em 10/06/12
Kelly Slater vence Gabriel Medina (foto) na final do Volcom Fiji Pro em Cloudbreak.

 

Gabriel Medina é vice-campeão do Volcom Fiji Pro em Cloudbreak. Foto: © ASP / Kirstin.
Kelly Slater vence etapa com performances brilhantes. Foto: © ASP / Kirstin.
Adriano de Souza leva virada nos minutos finais em Cloudbreak. Foto: © ASP / Kirstin.

O norte-americano Kelly Slater derrotou o brasileiro Gabriel Medina na final do Volcom Fiji Pro, etapa do World Tour finalizada em boas ondas de até 2,5 metros, em Cloudbreak, Fiji.

 

Clique aqui para ver as fotos

 

A final começou pegando fogo. Slater abriu forte o confronto com 8.33, mas Medina respondeu com 8.60.

 

Determinado a acabar com o status de freguês do jovem brasileiro, Slater passou por dentro de outro cilindro para arrancar 9.83 e colocar pressão em Medina.

 

A partir daí, as séries pararam de entrar e nenhuma outra onda expressiva foi surfada na bateria. Com o resultado, Slater embolsou US$ 75 mil e somou 10 mil pontos no ranking da elite mundial.

 

"Estava na hora de derrotá-lo", diz Slater. "Ele me derrotou na metade do ano passado e provavelmente vai continuar a derrotar todo mundo nos próximos 20 anos. Ele pode fazer tudo  e eu acho que ele provou isso a muitas pessoas esta semana em Restaurants e aqui fora, em Cloudbreak", elogia o 11 vezes campeão mundial.

 

Medina também comemorou bastante seu melhor resultado na elite mundial em 2012, depois de três resultados abaixo da expectativa em Gold Coast, Bells Beach e Rio de Janeiro.

 

"Estou muito feliz com o meu resultado. As ondas daqui têm estado muito boas durante toda a semana e tem sido uma ótima viagem. Não tenho tido a melhor temporada em termos de resultados, mas estou muito feliz por chegar à final e parabéns a Kelly (Slater) - ele estava surfando de forma incrível durante todo o evento.

 

Antes de derrotar Medina pela primeira vez em bateria homem-a-homem, Slater despachou o australiano Julian Wilson nas quartas-de-final e eliminou o compatriota CJ Hobgood na semi.

 

O surfista da Flórida deu show em todos os confrontos que disputou. Na vitória contra Julian, ele somou notas 8.67 e 9.90, contra 6.83 e apenas 0.93 do aussie.

 

Em seguida, também nas quartas, o brasileiro Adriano de Souza teve tudo para avançar à semi e enfrentar Slater, mas perdeu o duelo nos últimos segundos, quando possuía a prioridade.

 

Adriano vinha muito bem na bateria e liderava com 8.83 e 6.93, enquanto CJ Hobgood tinha 6.17 na melhor nota e precisava de 9.59 para virar.

 

Uma esquerda incrível surgiu nos minutos finais, mas Adriano estava muito para dentro do pico e ela sobrou para CJ, livre de marcação.

 

O campeão mundial de 2001 não desperdiçou a última chance e passou por dentro de um incrível túnel. Ele precisava de 9.57 e chegou a arrancar 10 de três juízes, mas os outros deram 9.8 e 9.9, deixando a média em 9.97.

 

CJ, que estava engasgado com Adriano depois de reclamar da marcação do brasileiro na quarta fase, em Restaurants, comemorou muito a virada emocionante. 

 

Porém, o norte-americano não teve o mesmo desempenho contra Slater na semifinal e foi massacrado pelo compatriota, autor de notas 10 e 9.50, contra 4.67 e 8.83.

 

Na outra semifinal, Gabriel Medina não deu chance alguma ao australiano Mick Fanning. O jovem brasileiro disparou na liderança com 4.00 e 8.83, trocando sua segunda melhor nota por 5.50.

 

Mick não conseguiu reagir e obteve apenas 4.90 na melhor onda, terminando a prova em terceiro lugar. O resultado coloca o australiano na liderança do World Tour, seguido por Kelly Slater e Joel Parkinson - empatados em segundo - e o brasileiro Adriano de Souza na quarta posição.

 

A próxima etapa do Tour rola em agosto, de 16 a 27, nas poderosas esquerdas de Teahupoo, Tahiti.

 

Resultado do Volcom Fiji Pro 2012

 

1 Kelly Slater (EUA)

2 Gabriel Medina (Bra)

3 CJ Hobgood (EUA)

3 Mick Fanning (Aus)

5 Adriano de Souza (Bra)

5 Julian Wilson (Aus)

5 Taj Burrow (Aus)

5 John John Florence (Haw)

9 Heitor Alves (Bra)

13 Miguel Pupo (Bra)

13 Alejo Muniz (Bra)

25 Raoni Monteiro (Bra)

25 Willian Cardoso (Bra)

 

 

Top 22 do ASP World Tour depois de 4 etapas

1 Mick Fanning (Aus) – 24.750 pontos

2 Kelly Slater (EUA) – 23.700

2 Joel Parkinson (Aus) – 23.700

Adriano de Souza (Bra) – 22.400

5 Taj Burrow (Aus) – 20.950

5 John John Florence (Haw) – 20.950

7 Josh Kerr (Aus) – 19.950

8 Jordy Smith (Afr) – 17.450

9 Owen Wright (Aus) – 16.150

10 Julian Wilson (Aus) – 14.900

11 Jeremy Flores (Fra) – 14.000

12 C. J. Hobgood (EUA) – 12.750

13 Gabriel Medina (Bra) – 10.750

14 Heitor Alves (Bra) – 10.250

15 Adrian Buchan (Aus) – 9.200

15 Tiago Pires (Por) – 9.200

17 Michel Bourez (Tah) – 9.000

18 Brett Simpson (EUA) – 8.000

18 Miguel Pupo (Bra) – 8.000

20 Alejo Muniz (Bra) – 7.950

20 Kai Otton (Aus) – 7.950

22 Bede Durbidge (Aus) – 7.000

26 Raoni Monteiro (Bra) – 4.500 pontos

32 Jadson André (Bra) – 3.250

36 Willian Cardoso (Bra) – 1.000

 

Veja também
Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Medina derruba Taj

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Brazucas devoram Restaurants

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Raoni sofre contusão

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Big riders a caminho

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Tops seguem de folga

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Dia de folga em Tavarua

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Medina é 10

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Alejo ataca Cloudbreak

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Fiji na ponta dos dedos

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Batalhas definidas

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Willian entra na briga

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Alta ansiedade

Volcom Fiji Pro

Volcom Fiji Pro

Elite volta ao paraíso